Sinopse

Cláudia (Giovana Antoneli) é uma arquiteta que não vê a hora de subir ao altar com o namorado Rubinho (Victor Pecoraro). Mas a mãe do rapaz, Maruschka (Marília Pêra) é totalmente contra o romance e vive armando para a separação do casal. Cláudia e a irmã, Camila (Fernanda Souza), tiveram toda a educação paga pela milionária, já que a mãe das moças, Regina (Nívea Maria), é sua empregada há anos, além de ser sua cúmplice em um segredo do passado.

Maruschka e o marido, Alberto (Herson Capri), são donos da Comprare, uma mega loja de luxo, e querem a todo custo expandir a empresa, mas para isso precisarão desocupar o terreno ao lado, hoje ocupado por uma pequena comunidade, o Covil do Bagre, comandada pela cabeleireira e advogada Sarita (Sheron Menezes). Quem luta pelo direito dos moradores é Vicente Santelmo (Ricardo Pereira), advogado e procurador do Estado amigo de Sarita. Apaixonado pela ex-namorada Lucena (Grazzi Massafera), Vicente vai atrás dela na Colômbia a fim de impedir o casório da moça com outro rapaz. E é nessa viagem que, entre acasos do destino, Cláudia e Vicente se conhecem e se apaixonam.

Ladeada com o Covil do Bagre está a Vila Caiada, onde mora o ambicioso casal Felizardo e Locanda Barbosa (Diogo Vilela e Stella Miranda). Eles são os donos da Shunel, uma confecção que imita os modelos criados por grandes estilistas e vende-os para a Comprare. Pais do mulherengo Agenor (Fiuk) e de Raíssa (Maria Maya), vendedora da Comprare, a família recebe em sua casa Damiana (Bia Nunnes), a irmã sumida que Felizardo encontrou na Paraíba através de um detetive. Ele só não desconfia que Damiana está morta, e uma amiga da sertaneja assumiu seu lugar para se dar bem na vida.

Agenor é apaixonado e vive cercando Belezinha (Bruna Marquenzine), a protegida filha de Íntima e Bob Falcão (Elizângela e Sandro Cristopher). Desde pequena a menina participa de concursos de miss, mas não aguenta mais a pressão que a mãe faz em cima dela para alcançar o posto da mais bela. Moram também na região os primos Iara e Joselito. Desde que sua mãe foi morta quando um ônibus adentrou a casa enquanto assistia a uma novela mexicana, que Iara finge incorporar o espírito de uma criança mexicana e cobra da vizinhança para prever o futuro. Mas, na verdade, quem possui poderes paranormais é Joselito, que sofre por não poder controlá-los.

Globo – 19h
de 17 de outubro de 2011 a 14 de abril de 2012
155 capítulos

novela de Miguel Falabella
escrita por Miguel Falabella, Antônia Pellegrino, Flávio Marinho, Luiz Carlos Góes e Alessandra Poggi
direção de Leandro Neri, Tande Bressane e Marcelo Zambelli
direção geral de Cininha de Paula
núcleo Roberto Talma

Novela anterior no horário
Morde e Assopra

Novela posterior
Cheias de Charme

GIOVANNA ANTONELLI – Cláudia
RICARDO PEREIRA – Vicente Santelmo
MARÍLIA PÊRA – Maruschka Lemos de Sá (Dona Maria)
HERSON CAPRI – Alberto
SHERON MENEZES – Sarita
VICTOR PECORARO – Rubinho (José Rúbens Lemos de Sá)
GRAZZI MASSAFERA – Lucena
LEILAH MORENO – Grace Kelly
CLÁUDIA JIMENEZ – Mãe Iara
BRUNO GARCIA – Joselito
DIOGO VILELA – Felizardo Barbosa
STELLA MIRANDA – Locanda
BIA NUNNES – Damiana / Toinha
MARIA MAYA – Raíssa
RAONI CARNEIRO – Sebastião
FIUK – Agenor
BRUNA MARQUEZINE – Belezinha
ELISÂNGELA – Íntima
SANDRO CHRISTOPHER – Bob Falcão
LANA GUELERO – Raimundinha
ZEZEH BARBOSA – Deusa (Condessa de Villiers)
MARY SHEILA – Marisol
LUIS SALÉM – Ana Girafa (José Rúbens)
NÍVEA MARIA – Regina
FERNANDA SOUZA – Camila
FREDERICO REUTER – Ricardo
MARIA ZILDA BETHLEM – Olga
PATRÍCIA BUENO – Otília
MARINA MOTA – Amália
MARIA VIEIRA – Brites
ERNANI MORAES – Olavo
RENATA CELIDÔNIO – Marieta
PRISCILA MARINHO – Taluda (Chocotona)
THELMA RESTON – Violante
KARIN HILS – Bernadete
MARIA GLADYS – Eveva
JACQUELINE LAURENCE – Mirta
CYNTHIA FALABELLA – Estela
JANDIR FERRARI – Raul
JULIANA DIDONE – Brigite
DANIEL TORRES – Orlandinho
JOSÉ D´ARTAGNAN JR. – Valério
LUCIANO BORGES – Teleco
THEREZA PIFFER – Gisele
EDGAR BUSTAMANTE – Ticiano
EDI BOTELHO – Dr. Henrique Sembri
ÂNGELA REBELLO – Drª Vera
MAYSA MUNDIM – Juliana
JHAMA – Herondi
HUGO GROSS – Tibério
JORGE MAYA – Cabo Rusty
MARIAH DA PENHA – Dalva
MARIA LÚCIA DAHL – Lena
MALU STANCHI – Graciosa
PEDRO MEDINA – Renato
RENATA GUELLI – Jorgette (secretária de Maruschka)
KARIN ROEPKE – Alana (vendedora da Comprare)
LEANDRA LOPEZ – Francisca (vendedora da Comprare)
KARINA MARTHIN – Odessa (costureira da Shunel)
PAULA FRASCARI – Pilori (costureira da Shunel)
ELISEU CARVALHO – Carneirinho (funcionário do restaurante de Amália)
PEDRO HENRIQUE LOPES – Wanderley (funcionário do restaurante de Amália)
as crianças
DUDA COSTA (MARIA EDUARDA COSTA) – Cléo
FREDERICO VOLKMANN – Tide
VITOR BORGES – Flavinho (bebê de Camila e Ricardo)
e
ADALBERTO NUNES – vendedor que oferece o bilhete de loteria para Sebastião
ALEXANDRE CARLOMAGNO – participa da palestra para casais com Cláudia e Vicente
ÂNGELA DIP – tenta dar um golpe em Mãe Iara
ANJA BITTENCOURT – senhora que recebe Cláudia na igreja
BETHY LAGARDÈRE – Ashuarya (socialite amiga de Maruschka)
BRENDA NADLER – Passarinha (costureira da Shunel)
BRUNO DE LUCCA como ele mesmo (apresentador do concurso de miss, no final)
BRUNO PADILHA – Dr. Paulo (médico, amigo de Vicente, que fez uma ultrassonografia em Lucena)
CAIO TOGNI – Samarino (médium que Iara procurou para descobrir onde estava o diário de sua mãe)
CAMILO BEVILACQUA – Dr. Freire (advogado de Alberto)
CARLA DANIEL – cliente de Mãe Iara
CARLO PORTO – Eduardo (cliente de mãe Iara)
CARLINHOS DE JESUS como ele mesmo (jurado no concurso de miss, no primeiro capítulo)
CLÁUDIA RICART – Kínoa (costureira da Shunel)
CLEBER SALGADO – Bitola (funcionário da Shunel)
DAMIANA MACHADO (NANA MACHADO) – Formiga (costureira da Shunel)
DIEGO “ALEMÃO” GASQUES como ele mesmo (jurado no concurso de miss, no capítulo 15)
ELISA LUCINDA – Diva (irmã de Deusa, mãe de Sarita e Marisol)
FANI PACHECO como ela mesma (jurada no concurso de miss, no capítulo 30)
FERNANDO RODRIGUES – Luciano (trabalhou na Comprare, teve um caso com Camila)
GIOVANNA TOMINAGA como ela mesma (apresentadora do concurso de miss, no final)
HELÔ PINHEIRO como ela mesma (jurada no concurso de miss, no primeiro capítulo)
HENRIQUE TAXMAN – fotógrafo de Marieta
HILDA REBELLO
HUMBERTO CARRÃO como ele mesmo (apresentador do concurso de miss, no primeiro capítulo)
JAQUELINE DOLABONA – Iolanda (cliente de Agenor)
JESUS LUZ – Bonequeiro (fez miniaturas de Mãe Iara e Joselito)
JÚLIO LEVY – pai de Danielle
LEANDRO DEVELLY – cliente de Mãe Iara
LUIGI BARICELLI como ele mesmo (apresentador do concurso de miss, no capítulo 15)
LUIZ BACELLI – juiz do julgamento de Olga
MARCÉLIA CARTAXO – Damiana Barbosa (a verdadeira, irmã de Felizardo)
MANOLO CARDONA – Juan (colombiano que se casa com Lucena no início)
MARCELO PICCHI – Hélio Perunadona (membro da HAMFA – Homens que Amam Mulheres Fartas)
MÁRCIA DO VALLE – cliente do salão de beleza de Ana Girafa
MÁRCIO VITO – Marinho
MARIA MELILO como ela mesma (jurada no concurso de miss, no capítulo 15)
MARÍLIA BOARETTO – Karin (grávida que faz o ultrassom no lugar de Lucena, para ela enganar Vicente)
MAX PORTO como ele mesmo (jurado no concurso de miss)
MONIQUE LAFOND – cliente de Mãe Iara
MURILO PEREIRA – Marcelo
PAULO VESPÚCIO – operário contratado por Felizardo para construir o muro
PIA MANFRONI – cliente de Mãe Iara
PRAZERES BARBOSA – Almira (amiga de Toinha, da Paraíba, que a reconheceu no Rio de Janeiro)
RAFAELA FERREIRA – Danielle (contratou Agenor para se passar por seu namorado em seu aniversário)
RENATA CASTRO BARBOSA – dá uma palestra para casais na qual Cláudia e Vicente participam
RENATA IMBRIANI – Josélia (costureira da Shunel)
RICARDO PAVÃO – Dr. Paulo (médico de Vicente, quando ele levou um tiro)
ROGÉRIO FALABELLA – Dr. Nebarian (médico que operou Vicente)
RÚBENS ARAÚJO – Jorge (falso amante de Locanda, numa armação de Toinha e Raimundinha)
SÉRGIO MONTE – advogado de Violante
SÉRGIO STERN – juiz de paz do casamento de Cláudia e Rubinho
SIDNEY SAMPAIO como ele mesmo (apresentador do concurso de miss, no capítulo 30)
SILVANA D´LACOC – Gansa (costureira da Shunel)
SUZANA ABRANCHES – participa da palestra para casais com Cláudia e Vicente
TATI PASQUALI – Neide (empregada de Maruschka)
TATYANE FONTINHAS GOULART – participa da palestra para casais com Cláudia e Vicente
VALESKA KOHAN – Hermanita (entidade mexicana citada por Mãe Iara)
VINÍCIUS MANNE – advogado de Sebastião
VÍVIAM DUARTE – Janete (costureira da Shunel)
YEDDA DO RÊGO ALVES – Yedda (costureira da Shunel)
Braulina (empregada de Maruschka)
Caiaque (cliente que Mãe Iara que se torna ator)
Davi (vendedor da Comprare)
Formoso (cliente de Mãe Iara que a assalta)
Irani (costureira da Shunel)
Josélia (costureira da Shunel)
Marigona (travesti amiga de Ana Girafa)
Mário (detetive contratado por Felizardo para encontrar Damiana, na primeira semana)
Dr. Nunes (advogado de Maruschka)
Robertinho (garoto que acusa Mãe Iara de ter lhe dado banho)
Tarsila (costureira da Shunel)

Miguel Falabella apresentou em Aquele Beijo uma trama de humor espirituoso e inteligente, típica de seu universo. Mas faltou à novela uma história central empolgante. Foram as tramas paralelas, recheadas de bons personagens secundários, que fizeram a novela.
A audiência respondeu à história morna: uma média final, arredondada, de 25 pontos – inferior aos 30 alcançados pelas duas últimas novelas do horário, Morde e Assopra e Ti-Ti-Ti.

As idas e vindas do quadrilátero Rubinho-Cláudia-Vicente-Lucena (Victor Pecoraro, Giovanna Antonelli, Ricardo Pereira e Grazzi Massafera) não empolgou. Por um momento, o casal romântico central pareceu ser Alberto e Sarita (Herson Capri e Sheron Menezes), tendo Maruschka como a antagonista vilã.
De todos esses personagens citados, o destaque foi Maruschka, interpretada por uma Marília Pêra sempre bem aproveitada e valorizada no texto afiado de Falabella.

Com Aquele Beijo, Falabella, fez uma homenagem às novelas em geral, as brasileiras e as mexicanas, inclusive.
As novelas brasileiras – que em dezembro de 2011 completaram 60 anos – foram destaque da abertura, em que foram mostrados famosos beijos de nossa teledramaturgia. Lamenta-se que este recurso tenha sido abandonado a partir de janeiro de 2012.
(veja abaixo a relação de todos os beijos apresentados na abertura)

As novelas mexicanas foram referência em algumas tramas de Aquele Beijo. A atriz Jacqueline Laurence usava um tapa-olho combinando com os vestidos, assim como a personagem Catarina Creel, da trama mexicana Cuna de Lobos (Televisa, 1986), que foi exibida no SBT entre 1991 e 1992 com o título Ambição.
A personagem de Cláudia Jimenez (Iara) era uma vidente de araque que afirmava receber um espírito mexicano depois que um acidente vitimou sua mãe enquanto ela assistia a uma novela mexicana.
Em entrevista, o autor afirmou:
“Eu amo as novelas mexicanas. Eu gostaria que a novela se chamasse A Novela Mexicana, porque é uma brincadeira com todos os signos do
folhetim. Mas eu achei que o público não ia entender. (…) Não é a toa que a personagem da [Claudia] Jimenez recebe uma entidade mexicana. A personagem da Jacqueline Laurence vai trocar de tapa olho conforme a roupa. Isso é um clássico do folhetim mexicano. E a frase dela é ótima: ‘Do jeito que as coisas estão, prefiro ver o mundo com um olho só’!”

Aquele Beijo foi uma novela narrada pelo próprio autor.
“A ideia de eu narrar a novela, de existir um narrador onisciente, que conta a história, me veio dessa ideia de que, como autor, obviamente, você manipula as personagens. Então, por que não explicitar isso? É esse narrador que mexe com as personagens para dar o painel da novela”, disse Falabella.

O autor afirmou que Aquele Beijo era uma novela sobre o preconceito. E Falabella usou de ironia para tratar do preconceito. O preconceito contra os pobres, através do núcleo da comunidade do Covil do Bagre – chamada pejorativamente de “favela” várias vezes ao longo da história. O preconceito contra o gay, na figura da travesti Ana Girafa (Luís Salém). O preconceito contra os gordos – mostrado sob a ótica do humor -, através do núcleo de Olavo e Marieta (Ernani Moraes e Renata Celidônio), com grande destaque para Priscila Marinho, a Chocotona. O preconceito contra os nordestinos – também sob uma ótica inversa: Felizardo (Diogo Vilela) era um patrão tirano com seus funcionários – destaque para a atriz Lana Guelero, a Raimundinha. O preconceito contra o negro, através do núcleo da família de Deusa (Zezeh Barbosa), que de prostituta se tornou uma nobre francesa.

A personagem de Bruna Marquezine, Belezinha, foi inspirada no programa Pequenas Misses, que mostrava crianças participando de concursos de beleza.

A novela teve locações em Paris, na França, em Cartagena, na Colômbia e em João Pessoa e Cabaçeiras, na Paraíba.
Na França, as cenas foram com a atriz Zezeh Barbosa e demandou uma equipe de 15 pessoas. Na capital francesa, as cenas foram feitas em importantes pontos turísticos da cidade, como: Cemitério do Père Lachaise, Faubourg Saint-Honoré, Place Vendôme, Torre Eiffel, Montmartre, Montparnasse, Arco do Triunfo, Champs Élysées e em um castelo nos arredores da Cidade Luz.
A equipe contou com cerca de 70 pessoas e mais de 600 figurantes em Cartagena. As Muralhas, a baía de Cartagena, a Plaza Del Relojo, Iglesia San Pedro, Palacio de La Inquisicion, as ruas do centro histórico, Club Havana e Iglesia San Isidro foram alguns pontos turísticos que, durante 16 dias de gravações, serviram de locação para os atores Grazi Massafera, Giovanna Antonelli, Ricardo Pereira e o ator colombiano Manolo Cardona.
As cenas gravadas na Paraíba contaram com uma equipe de 100 pessoas, além dos atores Diogo Vilela e Bia Nunnes.

Uma comunidade, uma mega loja de luxo, um pequeno bairro, um casarão abandonado e mais 25 cenários em estúdio foram construídos para ambientar a novela. Sob o comando dos cenógrafos Keller Veiga, João Cardoso Filho, Marcelo Carneiro e mais uma equipe de 12 assistentes, o espaço que abrigava as duas cidades cenográficas – dividida entre a loja de luxo Comprare e as regiões fictícias Vila Caiada, Covil do Bagre e o Lar da Mão Aberta – ocupou, aproximadamente, uma área total de 8800 m2.
Construída em um espaço de 400 m2, a loja Comprare possuía dois andares que comportavam sete lojas de luxo. Para criar a Vila Caiada, a equipe de cenografia foi buscar inspiração nas construções mais antigas do Catete, bairro do Rio de Janeiro. Ao lado da Vila Caiada, estava o Covil do Bagre, onde a cenografia criou uma pequena comunidade carente. Já o Lar da Mão Aberta foi erguido tendo como referências casarões antigos e abandonados.

Na galeria de arte, inserida na loja Comprare, ficção e realidade se encontrarram através de alguns trabalhos exibidos. Para a estreia, vestidos do estilista Jum Nakao foram expostos como obras de arte. Além dele, outros artistas ligados à moda tiveram a oportunidade de mostrar suas criações.

Em 19/01/2012, faleceu a atriz Yedda do Rêgo Alves, do elenco de apoio da novela. Ela era uma das costureiras da confecção Shunel. Yedda tinha 83 anos e estava internada com câncer. O capítulo exibido em 03/02/2012 prestou uma homenagem à atriz.

Grávida de cinco meses, Grazi Massafera deixou a novela, antecipadamente. A personagem Lucena voltou para a Colômbia com o ex-marido, Juan (Manolo Cordona). Grazi esperava seu primeiro filho, de seu casamento com o ator Cauã Reymond. Na ficção, sua personagem também engravidou. Depois de um casamento tumultuado com Juan, Lucena voltou ao Brasil e reatou com o ex-namorado, Vicente (Ricardo Pereira), porém, o advogado decidiu acabar com o casamento ao descobrir que o colombiano era o verdadeiro pai da criança.

O slogan de lançamento da novela anunciava nos teasers: “Um beijo muda tudo!”

Os beijos de novelas apresentados na abertura de Aquele Beijo:

A partir de 17/10/2011: José Mayer e Helena Ranaldi em Laços de Família, Lima Duarte e Maitê Proença em O Salvador da Pátria, Walmor Chagas e Aracy Balabanaian em Locomotivas, José Wilker e Susana Vieira em Anjo Mau, Murilo Benício e Giovanna Antonelli em O Clone, Eduardo Moscovis e Carolina Ferraz em Por Amor, Taumaturgo Ferreira e Malu Mader em Top Model, Francisco Cuoco e Dina Sfat em O Astro e Cláudio Marzo e Regina Duarte em Irmãos Coragem.

A partir de 14/11/2011: Eduardo Moscovis e Adriana Esteves em O Cravo e a Rosa, Jardel Filho e Sandra Bréa em O Bem Amado, Camila Pitanga e Antônio Fagundes em Insensato Coração, Cláudio Marzo e Norma Blum em Senhora, Nicette Bruno e Ary Fontoura em Sete Pecados, Cauã Reymond e Bianca Bin em Cordel Encantado, Giulia Gam e Edson Celulari Que Rei Sou Eu?, Nicola Siri e Lavínia Vlasak em Mulheres Apaixonadas e Ângelo Antônio e Letícia Sabatella O Dono do Mundo.

A partir de 28/12/2011: Nívea Maria e Mário Cardoso em A Moreninha, Antônio Fagundes e Sônia Braga em Dancin´ Days, Edson Celulari e Tereza Seiblitz em Explode Coração, Francisco Cuoco e Regina Duarte em Selva de Pedra, (???), Betty Faria e Francisco Cuoco em Pecado Capital, Renata Sorrah e Lima Duarte em Pedra Sobre Pedra, Guilherme Fontes e Glória Pires em Mulheres de Areia, e Nívea Maria e Cláudio Marzo em Olhai os Lírios do Campo.

A partir de 18/01/2012 (última alteração): Taís Araújo e Reynaldo Gianecchini em Da Cor do Pecado, Tarcísio Meira e Glória Menezes em Irmãos Coragem, Mário Gomes e Lucélia Santos em Vereda Tropical, Eduardo Moscovis e Priscila Fantim em Alma Gêmea, Eva Wilma e Luiz Gustavo em Elas por Elas, Miguel Rômulo e Isabelle Drummond em Caras e Bocas, Lauro Corona e Glória Pires em Direito de Amar, Marcelo Novaes e Letícia Spiller em Quatro por Quatro, e Tony Ramos e Elizabeth Savalla em Pai Herói.

Trilha Sonora Nacional

aquelebeijot1
01. APAIXOCÓLICO ANÔNIMO – Erasmo Carlos (tema de Cláudia e Rubinho)
02. EXATO MOMENTO – Zé Ricardo (tema de Cláudia e Vicente)
03. FELICIDADE – Marcelo Jeneci e Laura Lavieri (tema das crianças do Lar da Mão Aberta)
04. NÃO – Patrícia Mellodi (tema de Lucena e Vicente)
05. FLASHBACK – Dalto (tema de Maruschka)
06. VAI DE MADUREIRA – Zeca Baleiro (tema geral)
07. TE AMO – Vanessa da Mata (tema de locação)
08. SWING MENINA – Ana e Mú (tema de Brigitte)
09. MAMÃO COM MEL – Thiaguinho (tema de Camila e Ricardo)
10. MEU NOME É FAVELA – Arlindo Cruz (tema de locação: Covil do Bagre)
11. MAIOR QUE EU – Michael Sullivan (tema de Alberto e Sarita)
12. QUERO TODA NOITE – Fiuk (tema de Raíssa e Sebastião)
13. GAROTA DE IPANEMA – Daniel Jobim e Xuxa Meneghel (tema de abertura)
14. AMOR PERFEITO – Banda Trupe (tema de Belezinha e Agenor)
15. FADO DOS BARCOS – Cuca Roseta e Pierre Aderne (tema de locação: Sonho D’Aveiro)
16. COM VOCÊ DO MEU LADO – Vinícius (tema de Orlandinho)
ainda
MEU ERRO – Luis Represas e Zélia Duncan (tema de Amália)

Trilha Sonora Internacional

aquelebeijot2
01. ADORE – Donna Byrne (tema de Maruschka)
02. ANTES DE LAS SEIS – Shakira (tema de Brigite e Agenor)
03. NO ONE MAKES IT ON HER OWN – Roxette (tema de Rubinho e Cláudia)
04. UNO – Julio Iglesias
05. BE LONELY – Mario (tema de locação: Rio de Janeiro)
06. TIME TO FLY – Taylor Renne (tema de Cláudia)
07. BENVENUTO – Laura Pausini (tema de Belezinha e Agenor)
08. JUST IN LOVE – Joe Jonas (tema de locação)
09. LA FORZA DELLA VITA – Renato Russo
10. I SAY A LITTEL PRAYER – Patty Ascher (tema de Ana Girafa)
11. I LOVE YOU (EU TE AMO) – Alessandra Maestrini (tema de Camila)
12. I DON´T WANNA MISS A THING – Quattro (tema de Cláudia e Vicente)
ainda
El RIO DE JANEIRO – Sergio Mendes (tema de locação)

Tema de Abertura: GAROTA DE IPANEMA – Daniel Jobim e Xuxa Meneghel

Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela menina
Que vem e que passa
No doce balanço, a caminho do mar

Moça do corpo dourado
Do sol de Ipanema
O seu balançado é mais que um poema
É a coisa mais linda que eu já vi passar

Ah, porque estou tão sozinha
Ah, porque tudo é tão triste
Ah, a beleza que existe
A beleza que não é só minha
Que também passa sozinha

Ah, se ela soubesse
Que quando ela passa
O mundo inteirinho se enche de graça
E fica mais lindo
Por causa do amor…

Veja também

  • salsaemerengue_logo

Salsa e Merengue

  • luamedisse_logo

A Lua Me Disse

  • negociodachina_logo

Negócio da China