Sinopse

Bambuluá é uma terra encantada. Quem nasce na Cidade dos Sonhos é chamado de sonhonhoca. Já quem nasce na vizinha Magush, a Cidade das Sombras, é conhecido como sombrio. Bambuluá é a cidade onde todas as crianças do mundo, e de outros mundos, gostariam de morar. É por isso que o bebê Neném e o cachorro Mascote chegam a Bambuluá vindos de outro planeta. Eles podem dialogar entre eles e também com plantas e objetos sem que as outras pessoas percebam.

Entre todas as crianças de Bambuluá, existem sete que são especiais: Deco, Cacau, Renatinha, Gabi, Rafael, Tatá e Rodrigo. Amigos, como as sete cores do arco-íris, eles transformam-se nos sete Cavaleiros do Futuro pelos poderes mágicos do Cristal de Bambuluá e têm como missão proteger a Cidade dos Sonhos do Senhor Dumal e de seu ajudante Bruck.

Angélica chega a Bambuluá para cantar no show de inauguração da Lona Musical Passarim. Mas o que ela não sabe – ou não se lembra – é que está predestinada a ser uma peça-chave na luta de Bambuluá contra o mal. Há muito tempo, quando era ainda uma criança, Angélica foi escolhida por Tchilim por sua coragem, generosidade e bondade para derrotar o Senhor Dumal.

As pessoas más não podem entrar em Bambuluá devido à energia positiva irradiada pelo Cristal de Bambuluá, que durante muito tempo foi guardado por Tchilim, o Mago das Mil Faces, sábio e mentor dos sete Cavaleiros do Futuro, que agora são convocados para proteger o artefato dos Sombrios, os cavaleiros do lado de Magush, que é governada pelo Senhor Dumal, um vilão virtual que se rebelou contra Tchilim e que provavelmente colocou o nome de sua cidade de Magush para debochar do Mago das Mil Faces.

Globo 9h / 9h15 / 9h30
de 9 de outubro de 2000 a 21 de dezembro de 2001
315 capítulos

roteiro de Cláudia Souto, Júlio Fischer, Cláudio Lobato, Bruno Sampaio, Sérgio Melo, Manuela Dias, Celso Taddei, Cláudia Levay, Rodrigo Murat, Thereza Falcão, Cristiane Dantas, Mariana Caltabiano, Mariana Mesquita, Tony Brandão e Chico Soares
direção de Márcio Trigo, Marcelo Zambelli e Pedro Vasconcelos
direção geral de Márcio Trigo

ANGÉLICA – Angélica
ANDERSON MÜLLER – Serapião
COSME DOS SANTOS – Teobaldo
DILL COSTA – Augusta
ÍRIS BUSTAMANTE – Stela
JORGE TEIXEIRA – Floriano
JULIANA KNUST – Amanda
MATHEUS ROCHA – Neném
PEDRO VASCONCELOS – Bruck
THIERRY FIGUEIRA – Árion
GABRIEL AZEVEDO – Plínio
CLÁUDIA PAIVA – Lilith
ANTÔNIO PEDRO – Vovô

cavaleiros do futuro 1ª fase
BERNARDO MARINHO – Deco / Cavaleiro Vermelho
CAMILLE MORITZ – Renatinha / Cavaleiro Laranja
JEFFERSON NASCIMENTO – Cacau / Cavaleiro Violeta
NATHÁLIA FRANÇA – Gabi / Cavaleiro Azul
SÉRGIO VIEIRA – Rodrigo / Cavaleiro Verde
YURI JAIMOVICH – Rafael / Cavaleiro Lilás
LOUISE PERES – Tatá / Cavaleiro Amarelo

cavaleiros do futuro 2ª fase
ANA CAROLINA DIAS – Tatá
ANDRÉ LUIZ MIRANDA – Cacau
CAIO BALDINI – Rodrigo
GABRIELA LEBRON – Renatinha
RAFAEL ROCHA – Deco
RAILANE BORGES – Gabi
RODOLFO SARAIVA – Rafael

os sombrios (cavaleiros da sombra)
ALAN PONTES – Assombroso
BIANCA LIBEROTARE – Viperina
BRUNO PEREIRA – Morcegão
JOANA ESTRELLA – Trevinha
STEPHANYE AMARAL – Nefasta
THAIANE FÁTIMA – Clárian
SARAH MACIEL – Clárian
TATHIANE CAMPOS – Daninha
YURI XAVIER – Bad Tripa

irmãos em ação
CECÍLIA DASSI
KAITO RIBEIRO

e
Tchilim (boneco)
Senhor Dumal (3D)
Dubem (3D)
Mascote (cão da raça Bouvier des Flandres)

Bambuluá, o programa, começava com a TV Globinho entrando no ar e apresentando três desenhos animados sem intervalo.
Depois vinha Bambuluá com Angélica (por volta das 9h), a novelinha propriamente dita, que durava 20 minutos e ia ao ar sem cortes com direito a um começo contando “nos episódios anteriores de Bambuluá” e um final que anunciava “Não perca nos próximos episódios!”
Por fim, voltavam as crianças da TV Globinho que apresentava mais desenhos e encerrava a atração com o Sítio do Picapau Amarelo.

Bambuluá, o programa, ficou no ar enquanto durou a história de Bambuluá, a série-novela. Ao fim da novelinha, o programa assumiu o nome TV Globinho e continuou exibindo as crianças como apresentadores do Sítio do Picapau Amarelo e dos desenhos. Formato que, com pequenas mudanças, dura até hoje.

O nome Bambuluá foi extraído do conto A Princesa de Bambuluá, de Câmara Cascudo, conhecido estudioso do folclore brasileiro. A idéia era juntar super-heróis com a cultura popular do país. Na história folclórica, Bambuluá é uma terra que “os olhos que são maus não podem ver”.

A novelinha apresentava histórias semanais exibidas em capítulos curtos e foi dividida em duas temporadas onde, entre elas, ocorreram mudanças no elenco dos heróis “Cavaleiros do Futuro” (espécie de “Power Rangers” da história).

A idéia de ter um “Super Sentai” nacional já era velha, no estilo “Power Rangers”. A emissora seguiu a risca o formato dos heróis americanos, com personagens de várias etnias diferentes como o time dos heróis e o dos vilões: negros, brancos, japoneses… E de fato é considerada pelos fãs de seriados o primeiro “toksatsu” nacional.

Os “Cavaleiros do Futuro” foram trocados quando a audiência caiu. A produção viu que as crianças não convenciam como heróis e trocou elas por adolescentes. Para não trocar o resto do elenco adulto (incluindo Angélica) e justificar a mudança, os personagens foram treinar em outra dimensão onde dez anos da vida deles equivaleram a dez dias terráqueos.

Angélica tirou férias de um mês e, para justificar sua saída momentânea, foi inventado um sequestro da protagonista, que ficou 20 capítulos presa em outra dimensão.

Um dos momentos mais marcantes da história foi a chegada de alguns bonecos do extinto programa infantil TV Colosso à cidade de Bambuluá. Priscilla, Gilmar, JF, Capachão, Borges e Bullborg desciam de um disco voador canino no chafariz de pipoca da cidade.
Outro momento foi a participação da atriz Zilka Salaberry, em um dos seus últimos trabalhos antes de falecer.

Tema de Abertura: BAMBULUÁ – Lenine e Angélica

Bambuluá basta sonhar
Que rapidinho você chaga lá
Bambuluá basta sonhar
Que a aventura já vai começar

Misture todas as cores
A mágica está pelo ar
O tagat tem vários sabores
Agora imagine o lugar

No mundo só tem sonhonhoca
Não pode faltar diversão
Lá no chafariz de pipoca
A chuva não chega no chão

Cidade boa, cada esquina uma alegria
No planeta da magia é tal de Bambuluá
No arco íris do jardim dos pensamentos
Na curva que faz o vento tem um mapa do lugar

Bambuluá basta sonhar
Que rapidinho você chaga lá
Bambuluá basta sonhar
Que a aventura já vai começar

Se você quer alegria
Já sabe aonde encontrar
Convide os melhores amigos
E venha correndo pra Bambuluá…

Veja também

  • carinhadeanjo

Carinha de Anjo

  • rockstory

Rock Story

  • leidoamor

A Lei do Amor

  • solnascente

Sol Nascente