Sinopse

Stella Assumpção foi uma famosa modelo que, com sua beleza mítica, transformou uma fábrica paulista num fenômeno nacional e mundial no setor de roupas íntimas. Uma fatalidade, porém, interrompeu sua história de sucesso, poder e fama. Ela morreu prematuramente em um acidente, deixando os filhos Júlia e Pedro, ainda crianças, com a avó materna Bia Falcão.

A bem-sucedida empresa Belíssima comemora seu 50º aniversário em plena São Paulo do século XXI. Ao lado da avó, Júlia, que se tornou uma competente administradora, comanda as empresas do Grupo Assumpção, que, além da Belíssima, inclui a moderna academia de ginástica Physical. Apesar de ser uma excelente profissional, Júlia é atormentada pela cobrança, principalmente de sua avó, por não ser uma mulher charmosa, astuta e desejada como sua mãe, Stella.

Júlia acaba consentindo as críticas da avó, na maioria das vezes, sem enfrentá-la, pois acredita que o sofrimento causado pela morte da mãe deixou profundas cicatrizes. Em casa, a moça encontra apoio, carinho e compreensão com seu tio, Gigi, irmão de Bia. Júlia tem uma filha, Érica, e, por ser muito bonita, é constantemente comparada à avó Stella.

Júlia conhece André Santana, um homem charmoso e envolvente, encontrando o verdadeiro amor. Porém, terá que enfrentar o ódio de Bia, que é absolutamente contra essa união por causa da diferença social que existe entre os dois. Para lutar por seu amor, ela terá que vencer os obstáculos que a impedem de crescer e se livrar da opressão do mito da beleza que lhe é imposto pela sua avó.

Ao contrário da irmã, Pedro nunca se interessou pelos negócios da família e mudou-se para a Grécia com a mulher, Vitória, a filha, Sabina, e o jovem cunhado, Tadeu. Pedro sempre foi o neto preferido de Bia, que nunca se conformou com a sua paixão por uma mulher pobre, Vitória. E foi justamente para se afastar das possíveis intrigas e do ódio doentio da avó que Pedro resolveu morar na Grécia com a família, onde abriu um restaurante de comida brasileira e conquistou novos amigos, como o grego Nikos.

Nikos, apesar de nunca ter vindo ao Brasil, tem fortes ligações com o país. No passado, envolveu-se com Katina, mas ela, grávida dele, se apaixonou por um turco, Murat, com quem partiu para o Brasil. Com a esperança de um dia encontrar o filho, Nikos decidiu aprender português, o que facilitou sua aproximação com a família de Pedro. A vida do grego boa-praça muda ao conhecer Júlia, em visita à Grécia. É paixão à primeira vista. Mas ele terá um forte rival: André, que joga com armas de sedução bem mais poderosas.

Enquanto isso, uma tragédia abala a vida de Vitória: Pedro é assassinado. Sem condições de continuar na Grécia, onde tudo remete ao marido falecido, ela decide voltar ao Brasil com o irmão e a filha. Nikos, o amigo inseparável, vai junto, para conhecer o filho e reencontrar Júlia, seu amor. No Brasil, Vitória terá que enfrentar o ódio de Bia Falcão, que não mede esforços para tomar-lhe a filha Sabina e tirar-lhe o direito à herança de Pedro, que inclui muitas ações da Belíssima. Para tanto, Bia arma para que a culpa pela morte de Pedro recaia sobre Vitória.

Entretanto, a súbita morte de Bia Falcão, num acidente automobilístico, dá uma reviravolta na história. Enquanto isso, Vitória, já presa, injustamente, sofre um atentado na cadeia. E André, já casado com Júlia, rouba-lhe toda a sua fortuna. Com o passar do tempo, os fatos vão revelar que existe um grande plano por trás da morte de Pedro e Bia, do envolvimento de André na vida de Júlia, e dos atentados à vida de Vitória.

Globo – 21h
de 7 de novembro de 2005
a 8 de julho de 2006
209 capítulos

novela de Silvio de Abreu
escrita por Silvio de Abreu, Sérgio Marques e Vinícius Vianna
direção de Flávia Lacerda, Gustavo Fernandez e Natália Grimberg
direção geral de Carlos Araújo, Luiz Henrique Rios e Denise Saraceni
núcleo Denise Saraceni

Novela anterior no horário
América

Novela posterior
Páginas da Vida

GLÓRIA PIRES – Júlia Assumpção
TONY RAMOS – Nikos Petrakis
FERNANDA MONTENEGRO – Bia Falcão
CLÁUDIA ABREU – Vitória Rocha
MARCELLO ANTONY – André Santana
LIMA DUARTE – Murat Guney
IRENE RAVACHE – Katina
CLÁUDIA RAIA – Safira
REYNALDO GIANECCHINI – Pascoal
CAROLINA FERRAZ – Rebeca Cavalcanti
ALEXANDRE BORGES – Alberto Sabatini
CAMILA PITANGA – Mônica
LEOPOLDO PACHECO – Cemil
VERA HOLTZ – Ornela
PEDRO PAULO RANGEL – Gigi (Argemiro Falcão)
CARMEM VERÔNICA – Mary Montilla
ÍRIS BRUZZI – Guida Guevara
SERAFIM GONZALEZ – Quiqui (Aquilino Santana)
NELSON XAVIER – Bento
LETÍCIA BIRKHEUER – Érica
PAOLLA OLIVEIRA – Giovana
CAUÃ REYMOND – Mateus
VLADIMIR BRICHTA – Narciso
MARIA FLOR – Thaís
JUSSARA FREIRE – Tosca
MARCELO MÉDICI – Fladson
CACÁ CARVALHO – Jamanta
THIAGO MARTINS – Tadeu
BIANCA COMPARATO – Maria João
ÍTALO ROSSI – Dr. Fernando Medeiros
MÔNICA TORRES – Karen
NICOLA SIRI – Cyro Laurenza
GUILHERME WEBER – Freddy Schneider
ADA CHASELIOV – Esther
VITOR MOROSINI – Isaac
ENRICA DUNCAN – Soraya (Alicinha)
LÍVIA FALCÃO – Regina da Glória
CARLOS TAKESHI – Takae Shigeto
SHERON MENEZES – Dagmar
GIÁCOMO PINOTTI – Dejulian
IVONE HOFFMANN – Matilde
LEONARDO CARVALHO – Edmilson (Julinho)
VIA NEGROMONTE – Diva (Divina)
ANGELITA FEIJÓ – Ivete
LUI MENDES – Lourenço
MAURÍCIO MORAES – Vlad
ANA PAULA MORAES – Leninha
JULIANA KAMETANI – Suzi
EDUARDO HASHIMOTO – Ernesto
BRUNO PERILLO – Rogério
TECA PEREIRA – Rita
CARMEM FRENZEL – Zulmira
LORENA DA SILVA – Odila
VICTOR DI MELLO – Humberto Moraes
JULIANA MARTINS – Kika
MAURO SALVATORE – Marco
as crianças
MARINA RUY BARBOSA – Sabina
THOMAS VELOSO – Toninho
e
ADRIANA REBELLO – Amanda
ADRIANA ESTEVES dublando Stella, a mãe de Júlia em cenas de flashback
ADRIANO GARIB – delegado
ALBY RAMOS – Joventino (vizinho de Murat)
ALEXANDRE BARROS – médico que cuida de André no último capítulo
ALEXANDRE SCHUMACHER – Roberto
ANA LUIZA FOLLY – secretária da Belíssima
ANDRÉA CAVALCANTI – policial
ANILZA LEONI como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
BRIGITTE BLAIR como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
BRUNO GIORDANO – delegado
CAMILO BEVILACQUA – pai de Thaís
CARLOS MANGA como ele mesmo, dirigindo o show de Mary Montilla e Guida Guevara
CELSO FRATESCHI – juiz
CHICO EXPEDITO – Orlando
DANIEL ERTHAL – Lucas (novo amante de Ornela no último capítulo)
DORINHA DUVAL como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
ELIANE COSTA – Luzineide
ELIAS ANDREATTO – Costa (amigo de Murat)
ELIZABETH GASPER como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
ELOINA como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
EMÍLIO PITTA – Dr. Natanael (dono da clínica de sonoterapia onde Júlia é internada por André)
ESTHER TARSITANO como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
FÁBIO ASSUNÇÃO dublando Marcelo, o pai de Júlia em cenas de flashback
GIANFRANCESCO GUARNIERI – Pepe (dono de uma companhia de teatro, amigo de Murat e Katina)
GIOVANNA ALBUQUERQUE – Carlinha
GISELE FRÓES – mãe de Thaís
GRAZIELLA DI LAURENTIS – mulher que se passa por Júlia na clínica de sonoterapia
GRAZIELLA MORETTO – Madalena (ex-mulher de Cemil)
HENRI CASTELLI – Pedro (neto de Bia Falcão, irmão de Júlia, marido de Vitória, morre no início)
HUGO RESENDE – Claudinho (marceneiro do teatro)
ISABELA GARCIA – Norma (primeira mulher de André)
JAVERT MONTEIRO – Sandoval (advogado de Bento no caso da disputa da guarda de Toninho)
JOSÉ STEIMBERG – Muniz
LADY HILDA como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
LAURA CARDOSO – mulher que revela a identidade do filho de Bia Falcão
LEONA CAVALLI – Valdete (interesseira, teve um caso com André, desaparece ao longo da novela)
LIA MARA como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
LÍLIAN FERNANDES como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
LUI STRASBURGER – médico
LUIZ NICOLAU – Palitinho (bandido que rapta Safira)
LULU PAVARIN – Gertrudes
MARCELA VALENTE – Cris (filha de Gilberto)
MARCELO ESCOREL – delegado
MÁRCIO ROSÁRIO – Paranhos
MARCOS PALMEIRA – Gilberto Moura
MARIA POMPEU como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
MARIA QUITÉRIA como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
MÁRIO HERMETO – gerente do hotel no Guarujá para onde Alberto leva Mônica e Toninho
MARLY MARLEY como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
MILA RIBEIRO – Raimunda (presa)
MONIQUE LAFOND – cliente de Mateus
MUCIO MEDEIROS – Cabeça de Porco (bandido que rapta Safira)
MURILO GROSSI – Lindolfo (auxiliar de Gilberto)
PAULA FRANCO – Débora
PAULO CARVALHO – oficial de justiça
PAULO GIARDINI – investigador
RENATA JESION – Dalva (presa)
RICARDO PAVÃO – Juca (caseiro em Campos do Jordão)
RICARDO KOSOVSKI – detetive
ROSINDA ROSA como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
SANDRO CHRISTOPHER – cantor do espetáculo de Mary e Guida
SILVIO POZATTO – designer da Belíssima
TADEU DI PIETRO – advogado de acusação
TADEU MENEZES – antigo vizinho de Murat no Bixiga
TERESA COSTELO como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
TONY CORRÊA – Nuno (ex-marido de Safira)
TONY TORNADO – Isaltino (pai de Dagmar)
VIÉTIA ZANGRANDI – Marta (promoter da churrascaria de Tosca)
VIRGÍNIA LANE como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
VITÓRIA RÉGIA como ela mesma, participando do show de Mary Montilla e Guida Guevara, no final
WALDIR GOZZI – Tavinho (auxiliar de Gilberto)
WILLIAM VITA – recepcionista da rodoviária onde estavam os documentos de Guida

– núcleo de JÚLIA ASSUMPÇÃO (Glória Pires), rica empresária do ramo da moda, principal acionista do Grupo Assumpção, do qual faz parte a griffe de lingerie Belíssima e a academia de ginástica Physical. Sua vida muda ao se apaixonar por um sedutor rapaz:
a avó BIA FALCÃO (Fernanda Montenegro), ardilosa e extremamente cínica, é capaz de eliminar de seu caminho quem a esteja atrapalhando. Executiva da Belíssima, desdenha a neta pelo seu gênio passivo e praticamente a culpa pela morte da filha, STELLA, mãe de Júlia, a quem idolatrava. Desaparece no meio da trama, simulando a própria morte, num plano para tomar o patrimônio da neta
o tio-avô GIGI (Pedro Paulo Rangel), irmão de Bia. Fascinado por filmes, é quem apóia a sobrinha nos momentos mais difíceis
a filha ÉRICA (Letícia Birkheuer), modelo mimada
o irmão PEDRO (Henri Castelli), que foi viver na Grécia
a governanta MATILDE (Ivone Hofmann)
o advogado inescrupuloso de Bia, DR. FERNANDO MEDEIROS (Ítalo Rossi), comparsa em suas tramóias.

– núcleo de VITÓRIA ROCHA (Cláudia Abreu), ex-menina de rua que casou-se com Pedro – para o despespero de Bia – e foi com ele morar na Grécia, onde o casal têm um restaurante de comida brasileira. Após a morte de Pedro, baleado num atentado, Vitória volta para o Brasil e é vítima constante do ódio de Bia, que quer tomar-lhe a filha e tirar-lhe a herança deixada pelo marido, inclusive as ações da Belíssima. Bia arma para incriminar Vitória na morte de Pedro e consegue com que ela vá presa. Com o desenrolar da trama, revela-se que Bia foi a responsável pela morte do neto – na realidade o alvo era Vitória – e que Vitória é sua filha desaparecida, que ela abandonou quando nasceu:
o amigo inseparável e protetor NIKOS PETRAKIS (Tony Ramos), um grego que se apaixona por Júlia quando ela vai visitar Pedro na Grécia. Parte com Vitória para o Brasil para rever Júlia e encontrar o filho que sonha em conhecer
o irmão TADEU (Thiago Martins)
a filha SABINA (Marina Ruy Barbosa), adorada por Bia
a brasileira THAÍS (Maria Flor), que vive num bordel na Grécia, vítima do tráfico internacional de moças para prostituição. Envolve-se a princípio com Tadeu e, com a ajuda de Nikos e Vitória, volta para o Brasil fugindo dos cafetões gregos
o bandido ROGÉRIO (Bruno Perillo) que aliciou Thaís para o trabalho na Grécia. Vai persegui-la quando ela ameaça denunciá-lo à polícia
a empregada RITA (Teca Pereira), ex-companheira de cela de Vitória, quando ela esteve presa. Vai trabalhar para Vitória quando ela monta um restaurante de comida grega em São Paulo, o Tebas.

– núcleo de ANDRÉ SANTANA (Marcello Antony), jovem misterioso que se aproxima da Belíssima com o intuito de seduzir Júlia, com quem acaba se casando. De operário, torna-se executivo da empresa e rouba todo o patrimônio de Júlia. Envolve Vitória para ser o acionista majoritário da empresa. Ao final revela-se que ele não passava de um joguete nas mãos de Bia, para ela se apoderar da Belíssima. Mas os planos começam a dar errado quando ele se apaixona de verdade por Júlia:
o pai AQUILINO, o SEU QUIQUI (Serafim Gonzalez), ex-presidiário que se esconde atrás de um jeito de bom velho adoentado. Comparsa de Bia, envolve o filho nos planos dela
a irmã MÔNICA (Camila Pitanga), filha de outra mulher de Quiqui – bela empregada doméstica.

– núcleo de VALDETE (Leona Cavalli), mau-caráter que usa o próprio filho pequeno para arrancar dinheiro do pai do garoto. Apaixona-se por André, mas precisa ser tirada do caminho para não atrapalhar os planos. Depois de dada como morta num assassinato, some do mapa e reaparece para morrer de verdade no acidente de carro onde todos achavam que Bia tivesse morrido:
o filho pequeno TONINHO (Thomas Veloso) – desprezado pela mãe, é o xodó que Mônica, que toma conta do menino como se fosse seu próprio filho
a amiga DAGMAR (Sheron Menezes), com quem divide um quarto na região do Minhocão
o pai BENTO (Nelson Xavier), que divide um quarto com Quiqui no cortiço onde moram. Bandido, vive armando para se dar bem
a vizinha de Bento no cortiço, DIVA (Via Negromonte), parceira dele em suas armações.

– núcleo do turco MURAT (Lima Duarte), casado com a grega KATINA (Irene Ravache), casal que vive num casarão na região dos Campos Elísios. No passado ele se envolvera com Bia Falcão e essa relação gerou um filho que ela desprezou e abandonou. No último capítulo descobre-se que essa criança era Vitória. Já Katina se envolvera com Nikos e tiveram um filho que Murat criou pensando que fosse seu:
os filhos:
o certinho CEMIL (Leopoldo Pacheco), na verdade filho de Nikos, trabalha na Belíssima e apaixona-se por Mônica;
a fogosa SAFIRA (Cláudia Raia), que estava em seu quinto casamento quando a novela começa. Um de seus maridos, o português, fugiu com a mulher de Cemil;
e NARCISO (Vladimir Brichta), que se acha irresistível. Professor na Physical, tenta a carreira da modelo, mas não dá certo. Envolve-se, entre outras, com Érica e Thaís, com quem acaba se casando
os netos:
os filhos de Cemil: SORAYA (Enrica Duncan), estudante, e MATEUS (Cauã Reymond), que finge fazer faculdade de engenharia mas na verdade é garoto de programa
os filhos de Safira: GIOVANA (Paola Oliveira), que sonha em ser uma modelo famosa, para o despespero da mãe, e se envolve com o primo Mateus
MARIA JOÃO (Bianca Comparato), que se acha um patinho-feio, vai se apaixonar por Tadeu quando ele for morar em sua rua
e ISAAC (Victor Morosini), filho de pai judeu que, por influência dele, converte-se ao judaísmo e praticamente obriga a mãe a voltar a se casar com seu pai
a empregada nordestina REGINA DA GLÓRIA (Lívia Falcão)
o amigo italiano PEPE (Gianfranceasco Guarnieri), que tem uma escola de teatro da qual participam Maria João, Soraya e Isaac. Sabe dos segredos do passado que envolvem Murat e Bia Falcão.

– núcleo de ALBERTO SABATINI (Alexandre Borges), executivo da Belíssima, marido duas vezes de Safira, pai de Giovana. Safira o abandonou no segundo casamento quando flagrou ele com Valdete, então doméstica do casal. Dessa relação com a empregada nasceu Toninho, e ela tenta arrancar o dinheiro que pode de Alberto. É na aproximação com o filho que ele se apaixona perdidamente por Mônica e faz de tudo para tirá-la de Cemil, até que separa o casal de namorados e consegue casar-se com ela – mas o casamento dura pouco por causa das infidelidades de Alberto:
a irmã ORNELA (Vera Holtz), amiga de Bia e cliente preferencial de Mateus, com quem acaba assumindo um romance
a empregada ZULMIRA (Carmem Frenzel).

– núcleo de REBECA CAVALCANTI (Carolina Ferraz), sócia da agência de modelos Razzle-Dazzle, que lança Giovana como modelo. Não consegue evitar as constantes discussões entre Giovana e Érica. Entre outros, tem um caso com Alberto, mesmo depois dele casado com Mônica. Mas não tem muita sorte no amor:
a sócia KAREN (Mônica Torres), que tenta passar a perna nela mas é descoberta. Com o tempo voltam a ser amigas e Rebeca recupera a confiança na ex-sócia
o dono da Splendore, uma agência italiana que firma contrato com a Razzle-Dazzle, CYRO LAURENZA (Nicola Siri), que vai apaixonar-se por Giovana. É alvo das investidas de Érica, que quer que ele a leve para a Itália, ao invés de levar Giovana. Ex-marido de Júlia no passado, descobre que Érica é sua filha e tem que lidar com as brigas das duas modelos
os funcionários da agência: os olheiros VLAD (Maurício Moraes) e LOURENÇO (Lui Mendes), que descobre Giovana, e chega a ter um romance com Érica,
e a secretária LENINHA (Ana Paula Moraes), que começa a namorar Vlad.

– núcleo dos vizinhos de Murat:
o mecânico PASCOAL (Reynaldo Gianecchini), ex-namorado de Vitória no passado, seu coração balança quando ela retorna ao Brasil. No início é alvo das investidas de Rebeca e das irmãs Giovana e Maria João, mas acaba nos braços de Safira, com quem vive um tórrido romance secreto
o funcionário da oficina mecânica JAMANTA (Cacá Carvalho), que se envolve com Regina da Glória
TOSCA (Jussara Freire), dona de um açougue, amiga e confidente de Katina. Esconde um segredo do passado: quando trabalhava como enfermeira, aceitou dinheiro de Bia para ficar com a criança recém-nascida
o filho de Tosca, FLADSON (Marcelo Médici), gago boa-praça que sofre com as implicâncias da mãe. Apaixona-se por Dagmar, mas a mãe é contra o namoro porque ela é negra
TAKAE (Carlos Takeshi), descendente de japoneses dono de uma verdureira, casado com Safira no início. Os dois se separam mas são sócios num sushi-bar
os filhos de Takae, SUZI (Juliana Kametani), amiga de Maria João, e ERNESTO (Eduardo Hashimoto), tarado pela madrasta, no início.

– núcleo de MARY MONTILLA (Carmem Verônica), ex-vedete de teatro rebolado que casou bem e vive da herança do marido falecido. É patroa de Mônica e ajuda Alberto a separá-la de Cemil:
a amiga GUIDA GUEVARA (Íris Bruzzi), também ex-vedete, antiga companheira e rival de teatro rebolado. Já decadente, sonha em montar um espetáculo dirigido por Carlos Manga, com a ajuda do amigo Gigi, e por conta disso, vai morar com Mary, que vive implicando com ela. No final, vai se envolver com Takae.

– núcleo de FREDDY (Guilherme Weber), judeu, ex-marido de Safira e ainda apaixonado por ela. Pai de Isaac, usa o filho para se reaproximar da ex-mulher:
a mãe ESTER (Ada Chaseliov), detesta Safira e faz de tudo para impedir a união dela com o filho.

– núcleo do delegado GILBERTO MOURA (Marcos Palmeira), que investiga os crimes que envolvem André, Quiqui, Valdete e Bia Falcão. Envolve-se com Vitória:
o ajudantes LINDOLFO (Murilo Grossi) e TAVINHO (Waldir Gozzi)
a filha problemática CRIS (Marcela Valente).

– núcleo da Belíssima:
a secretária da diretoria IVETE (Angelita Feijó) – ao final descobre-se que era informante de Bia e servia aos seus planos
o advogado da empresa DEJULIAN (Giácomo Pinotti), profissional correto que atende os interesses da Belíssima – vai envolver-se com Mary Montilla no final
o operário EDMILSON (Leonardo Carvalho), de caráter dúbio, é subalterno de Cemil. No princípio namora Dagmar, mas os dois se separam e ele passa a persegui-la quando ela se envolve com Fladson. Acaba namorando Soraya
a secretária da fábrica ODILA (Lorena da Silva), que esconde uma paixão por Cemil
o executivo HUMBERTO MORAES (Victor Di Mello)
os funcionários da Physical KIKA (Juliana Martins) e MARCO (Mauro Salvatore).

Retratar a cultura milenar grega e as particularidades de seu povo foi uma ideia que partiu do próprio autor.
“Ao falarmos em dramaturgia, percebemos que tudo começou na Grécia, tanto a tragédia quanto a comédia. Como estou fazendo uma novela sobre o mito da beleza, quero informar ao publico que foi lá, na Grécia, que nasceu este mito, através de Afrodite e Apolo”, explicou Silvio de Abreu.

Muitos foram os destaques da trama. Fernanda Montenegro esteve irrepreensível na pele da grande vilã Bia Falcão. A frase da personagem “Pobreza pega!” virou meme na Internet e é lembrada até hoje. Fernanda foi eleita pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) a melhor atriz na televisão em 2005.
O casal vivido por Reynaldo Gianecchini e Cláudia Raia (Pascoal e Safira) demonstrou a química na dose certa entre o romance e o humor.
Tony Ramos, cujo personagem, o grego Nikos, chegou a irritar parte dos telespectadores, demonstrou mais vez o seu talento e carisma para criar tipos.
E, por conta do sucesso das personagens Mary Montilla e Guida Guevara, suas intérpretes, Carmem Verônica e Íris Bruzzi, estrelaram um show após a novela.

Glória Pires precisou se afastar das gravações durante duas semanas, por conta de uma hepatite. A saída imprevista da protagonista fez com que cenas tivessem de ser escritas e dirigidas novamente sem a presença da atriz, já que grande parte delas contavam com sua presença. A solução encontrada por Silvio de Abreu foi internar a personagem numa clínica, como se estivesse traumatizada com a morte da avó, Bia Falcão (Fernanda Montenegro).

O mesmo aconteceu com o ator Serafim Gonzalez, internado com infecção pulmonar. Também por causa do afastamento, algumas cenas que envolviam o personagem Quiqui tiveram que ser modificadas.

Gianfrancesco Guarnieri também teve problemas de saúde e precisou sair da novela. O ator, que vivia o professor de teatro Pepe, estava sofrendo de crise renal e precisou ser hospitalizado, fazendo com que o personagem deixasse a trama.
No último capítulo, o ator foi homenageado através de uma fala de Murat (Lima Duarte), seu amigo na história. Guarnieri veio a falecer em 21/07/2006, semanas depois do fim da novela.

Jamanta, personagem de Cacá Carvalho em Torre de Babel (1998), voltou à cena após sete anos. O convite partiu do autor e foi prontamente atendido:
“Jamanta é um personagem do qual eu gosto muito, que fez enorme sucesso e que ainda pode ser muito explorado”, elogiou Silvio de Abreu.
No último capítulo, no casamento de Jamanta com Regina da Glória (Lívia Falcão), foi a vez de outra personagem de Torre de Babel reaparecer: Luzineide, vivida por Eliane Costa.
Silvio já havia “ressuscitado” Dona Armênia (Aracy Balabanian), criada para a novela Rainha da Sucata (1990), que reapareceu em Deus nos Acuda (1992/1993), com suas três “filhinhas” (Marcello Novaes, Gerson Brenner e Jandir Ferrari).

Íris Bruzzi já havia vivido uma ex-vedete chamada Guida numa novela anterior de Silvio de Abreu: Jogo da Vida (1981-1982). Mas eram personagens diferentes. Enquanto uma se chamava Guida Guevara, a outra era Guida Rivera.

O autor escreveu cinco finais para Belíssima. O escolhido foi o quarto, mas a produção chegou a gravar cenas para despistar a imprensa – gravaram uma em que Vitória (Cláudia Abreu) levava um tiro, mas na cena que foi ao ar, a vítima era André (Marcello Antony).

A novela contou com sequências gravadas na Grécia: com locações nas ilhas Milos e Santorini e também na capital, Atenas. Para as primeiras gravações no país, a equipe da novela contou com o reforço de 40 profissionais gregos.

Para complementar as cenas gravadas na Grécia, uma grande cidade cenográfica foi construída na Ilha de Guaratiba, zona oeste do Rio. A equipe de cenografia liderada por May Cordeiro trouxe referências do outro continente, para retratar com perfeição a atmosfera grega.

A cidade cenográfica construída no Projac recebeu atenção especial. Pelo fato da história de passar em São Paulo era preciso substituir o verde da Central Globo de Produção pelos aranha-céus paulistanos. Esta paisagem metropolitana foi inserida virtualmente através de computação gráfica. Além da vista panorâmica de São Paulo inserida virtualmente, a tecnologia também fez com que alguns edifícios que existiam na cidade cenográfica, de dois ou três andares, fossem clonados para ficarem ainda maiores.

Entre as cenas gravadas na capital paulista, onde se passava a história, duas se destacaram por serem eventos que envolveram uma superprodução. No primeiro, em comemoração aos 50 anos da empresa Belíssima (da trama), vários modelos desfilaram pelo centro da cidade, se exibindo em monumentos históricos. Já no segundo evento, realizado no Estádio do Pacaembu, outras modelos fizeram a abertura do jogo entre Corinthians e São Paulo, para apresentarem o lançamento da marca de lingeries Lindona.

Um workshop foi realizado para a produção e contou com a presença de profissionais da área de psicologia, história, astrologia e dança grega.

Os principais eventos de moda brasileiros, o Rio Fashion e o São Paulo Fashion Week serviram de laboratório para o autor e também para os atores.

Gisele Bündchen foi convidada para fazer a abertura da novela. Todavia, por motivo de outros trabalhos, a modelo não pode fazer. A top Michelle Alves assumiu.

Silvio de Abreu queria uma música de Chico Buarque na abertura, mas não foi possível. O tema, Você é Linda, de Caetano Veloso, já havia feito parte de duas outras trilhas de novelas: Fera Ferida (1993) e Eu Prometo (1983). Da trilha de Eu Prometo, constou ainda na trilha de Belíssima a música As Aparências Enganam, com Elis Regina.

Adriana Esteves e Fábio Assunção participaram em alguns flashbacks apenas dublando os atores que interpretaram Stella e Marcelo – pais de Júlia, na fase criança da protagonista.

Numa homenagem às vedetes do teatro rebolado, o show de Mary Montilla e Guida Guevara, dirigido por Carlos Manga, no último capítulo, trouxe a participação das estrelas Virgínia Lane, Dorinha Duval, Marly Marley, Esther Tarsitano, Anilza Leoni, Eloina, Elizabeth Gasper, Rosinda Rosa, Brigitte Blair, Lia Mara, Lílian Fernandes, Teresa Costelo, Vitória Régia, Maria Quitéria, Maria Pompeu e Lady Hilda.

Primeira novela dos atores Marcelo Médici, Leona Cavalli e Letícia Birkheuer. Também a estreia de Paolla Oliveira nas novelas da Globo.

Belíssima foi premiada com o Troféu Imprensa de melhor novela de 2006, empatada com Páginas da Vida.

Trilha Sonora Nacional

belissimacd

belissimat1

01. AI, AI, AI… – Vanessa da Mata (tema de Rebeca)
02. FELIZ – Maria Rita (tema de Ornela)
03. ENTÃO ME DIZ – Simone (tema de Júlia e André)
04. ENCANTADO – Maria Bethânia
05. SINA – Djavan (tema de Giovana)
06. DOR ELEGANTE – Zélia Duncan (tema de Cemil)
07. PENSAR EM VOCÊ – Daniela Mercury (tema de Giovana e Mateus)
08. BONITA DEMAIS – Daniel Jobim (tema de Vitória)
09. COISA MAIS LINDA – Gal Costa e Paulo Bellinati (tema de Mônica)
10. AS APARÊNCIAS ENGANAM – Elis Regina (tema de Bia Falcão, André e Érica)
11. BELÍSSIMA – Ney Matogrosso (tema de Júlia)
12. VOCÊ É LINDA – Caetano Veloso (tema de abertura)
13. MISTURA FINA – Os Mulekes (tema de locação – vila)
14. MEU FRACO É MULHER – Art Popular (tema de Alberto)
15. DO IT – Lenine (tema de locação – São Paulo)
16. TODO MUNDO GOSTA DE MIM – Ultraje à Rigor (tema de Narciso)
17. LOVE FOR SALE – Zizi Possi (tema de Ornela e Mateus)
18. USTED – Luis Miguel (tema de Safira e Pascoal)

Trilha Sonora Internacional

belissimat2
01. YOU´RE BEAUTIFUL – James Blunt (tema de Vitória)
02. THE BLOWER´S DAUGHTER – Damien Rice (tema de Júlia e André)
03. QUELQU´UN M´A DIT – Carla Bruni (tema de Érica)
04. MIND TRICK – Jamie Cullum (tema de Narciso e Thaís)
05. SEVEN DAYS IN SUNNY JUNE – Jamiroquai (tema de Rebeca)
06. PERFECT LOVE – Simply Red (tema de Mary Montilla e Guida Guevara)
07. BECAUSE OF YOU- Kelly Clarkson (tema romântico geral)
08. SUDDENLY I SEE – Kt Tunstall (tema de Giovana)
09. ALL THE WAY – Michael Bolton (tema de Júlia e Nikos)
10. DANCE ME TO THE END OF LOVE – Madeleine Peyroux (tema de Ornela e Mateus)
11. FAKE – Lorrah Wizz (tema de André)
12. ÉPEFTE VATHIÁ SIOPI – Iannis Poulopoulos (tema de Nikos)
13. USTED – Luis Miguel (tema de Safira e Pascoal)
14. SUAVE – Slow Down
15. QUANDO TI PENSO – Paolo (tema de Cyro Laurenza e Giovana)

Trilha Sonora Complementar: Belíssima Fashion

belissimat3
01. SIMPHONY Nº 40 – Rio 2 Ensemble (tema das modelos)
02. SAY HELLO – Deep Dish featuring Anoushen Khalili
03. DON´T CHA (Kaskade Club Mix) – The Pussycat Dolls
04. ALRIGHT – Red Carpet
05. SHINING STAR – Get Far (tema de locação – São Paulo)
06. NIGHTSHIFTER – Muzikwerk
07. BECAUSE OF YOU (remix) – Kelly Clarkson (tema geral)
08. OUT OF MY HEAD – Foxy (tema das modelos)
09. WHITE HORSE – Wonderland Avenue
10. IT´S YOURS (Original Distant Mix) – Jon Cutler featuring E-Man
11. FASHION SP – Rio 2 Ensemble (tema geral)
12. SAY SAY SAY – Hi-Track
13. THUNDER IN MY HEART – Again Meck
14. CLAP YOUR HANDS – Ramada (tema das modelos)
15. S.O.S. (MESSAGE IN A BOTTLE) – Filterfunk

Trilha Sonora Complementar: Belíssima Instrumental

belissimat4
músicas de Sérgio Saraceni, Alex Fonseca e Dudu Trentin
01. ALMA NIKOS
02. TURCO LIMA
03. FASHION SP
04. TRISTE JAZZ
05. TRISTE GREGA 2
06. TENSO MISTÉRIO ORQUESTRA
07. TENSO MISTÉRIO GERAL
08. ROMÂNTICO ORQUESTRA 2
09. SINFONIA Nº 40
10. TENSO MISTÉRIO BIA
11. TENSO ATMOSFERA LEVE
12. TENSO LEVE BIA
13. TRISTE ROMÂNTICO ORQUESTRA
14. SUSPENSE BIA
15. TRISTE GREGA MISTÉRIO
16. INFANTIL ORQUESTRADO
17. DRAMA GREGO
18. TENSO PIANO ORQUESTRA
19. TENSO VIGIA
20. GREGO LEVINHA
21. TENSO GREGO
22. ROMÂNTICO NIKOS
23. DANÇA SUSPENSE
24. ROMÂNTICO JÚLIA
25. TRISTE GREGA
26. GREGA LEVE
27. ENGRAÇADA SENSUAL
28. SUSPENSE GREGA
29. TENSO CELLO PAD
30. TENSO PIANO

Tema de Abertura: VOCÊ É LINDA – Caetano Veloso

Fontes de mel
Nos olhos de gueixa
Kabuki, máscara
Choque entre o azul
E o cacho de acácias
Luz das acácias
Você é mãe do sol
A sua coisa é toda tão certa
Beleza esperta
Você me deixa a rua deserta
Quando atravessa
E não olha pra trás

Linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Você é forte
Dentes e músculos
Peitos e lábios
Você é forte
Letras e músicas
Todas as músicas
Que ainda hei de ouvir
No Abaeté
Areias e estrelas
Não são mais belas
Do que você
Mulher das estrelas
Mina de estrelas
Diga o que você quer

Linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Gosto de ver
Você no seu ritmo
Dona do carnaval
Gosto de ter
Sentir seu estilo
Ir no seu íntimo
Nunca me faça mal

Linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim
Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz…

Veja também

  • filhasdamae_logo

As Filhas da Mãe

  • passione_logo

Passione

  • guerra12_logo

Guerra dos Sexos (2012)