Bastidores

“Um Apólogo”, de Machado de Assis, foi apresentado por Marília Pêra na estréia da série Contos da Meia-Noite, programas de até 10 minutos inspirados em textos de autores consagrados da literatura nacional, apresentados de segunda a sexta, à meia-noite, pela TV Cultura, com patrocínio da Imprensa Oficial do Estado.

Entre os escritores selecionados estavam Dalton Trevisan, Rubem Fonseca, Machado de Assis, Mário de Andrade, Lygia Fagundes Telles, Antônio Alcântara Machado e Clarice Lispector. Oitenta e nove programas foram gravados com Marília Pêra, Matheus Nachtergaele, Antônio Abujamra, Maria Luísa Mendonça, Beth Goulart, Giulia Gam e outros renomados atores.

Em cena, grandes atores interpretaram os contos dos maiores autores da literatura brasileira, destacando algum personagem central do texto. Foram utilizados os recursos de projeção de imagens sobre os atores e aplicação de texturas e sombras, criando uma interpretação para o texto.

“A idéia foi ir além do cenário físico e o resultado é um cenário eletrônico, com a utilização da luz e produção de imagens”, comentou o diretor Eder Santos.

Cultura
8 de dezembro de 2003 a 15 de outubro de 2004
89 episódios

apresentação de Tereza Freire
seleção de texto de Fernando de Barros Martins
direção de fotografia de Evandro Rogers
direção de Eder Santos e Marcelo Braga
produzida por Em Vídeo

Contos da Meia-Noite apresentou um formato enxuto: um espaço pequeno, poucos aparatos cênicos, algumas peças de figurino, um cenário montado com imagens de projeção e um ator ou atriz em cena. Essa estrutura econômica e minimalista foi pensada propositalmente para que o telespectador canalizasse toda sua atenção à obra literária. O ritmo de produção condizia com tal conceito simplista. As projeções foram feitas durante as gravações, nos estúdios da TV Cultura, e o uso de três câmeras se encarregou da edição de imagens, o que facilitou a pós-produção, realizada na produtora mineira Em Vídeo.

Para o presidente da Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, Jorge da Cunha Lima, a série fazia parte da filosofia da emissora de produzir programas que tenham o compromisso com a cultura.

Incentivar o livro e a leitura são os objetivos principais da Imprensa Oficial do Estado neste projeto, como explicou o presidente Húbert Alquéres:
“Esse projeto integra nossa política de estímulo à leitura. Temos realizado edições e co-edições de qualidade (como a “Caixa Modernista”, “Igrejas Paulistas: Barroco e Rococó” entre outras obras), e participado de ações que tornem o livro acessível a um público cada vez mais amplo. A série Contos da Meia Noite, sem dúvida, contribuirá para levar o melhor de nossa literatura para todos os espaços e todos os públicos.”

Veja também

  • ooutrolado

O Outro Lado do Paraíso

  • tempodeamar

Tempo de Amar

  • belaventura2

Belaventura

  • pegapega

Pega Pega