Sinopse

Griselda Pereira (Lilia Cabral) nasceu em Portugal, mas veio para o Brasil ainda menina, por isso não tem sotaque. Sua família se estabeleceu na região do Quebra Mar, na Barra da Tijuca, RJ, onde ela conheceu Pereirinha (José Mayer), pescador, com quem casou e teve três filhos. Griselda acredita que Pereirinha morreu durante uma pescaria, já que seu corpo nunca foi encontrado. Ela, com os filhos pra criar, começou então a fazer pequenos consertos domésticos nas casas dos vizinhos e a cobrar por isso. Em pouco tempo se tornou uma especialista no assunto, com direito a cartão de visitas e tudo, nos quais se apresenta como o “marido de aluguel”, aquele que, na ausência do titular, faz tudo. “Tudo” no caso, são pequenos consertos, uma pintura, uma troca de telhas quebradas, qualquer trabalho que tenha a ver com a manutenção e o bom funcionamento doméstico. Ela trabalha de macacão, e carrega para onde vai sua caixa de ferramentas.

Griselda ganha o suficiente para criar e educar os filhos Quinzé (Malvino Salvador), Amália (Sophie Charlote) e Antenor (Caio Castro), que acabou de entrar para a Faculdade de Medicina. Mas o trabalho a torna assexuada e masculinizada, a ponto dela ser chamada, pelos homens do ambiente que frequenta, de “Pereirão”. Griselda nunca se preocupou com isso, até perceber que Antenor sente vergonha dela, ao ponto de contratar uma atriz decadente para se passar por sua mãe na frente da família rica da sua namorada. Ela descobre isso ao mesmo tempo que ganha uma fortuna na loteria, na qual joga religiosamente há anos.

Quando Griselda não precisa mais bancar o “marido de aluguel”, decide contratar um professor de boas maneiras que a ensine a se comportar de acordo com seu novo status de milionária, ou seja, que a transforme numa mulher refinada. E Griselda descobre uma coisa terrível: ao mudar, ela perde a identidade, se torna outra pessoa, da qual ela já não gosta tanto quanto da original. O que vale mais para um ser humano, a aparência ou o caráter?

O professor de boas maneiras de Griselda será Renê Velmont (Dalton Vigh). Elegante e charmoso, ele é dono do restaurante Le Velmont, na Barra da Tijuca, e casado com a fina e pérfida Tereza Cristina (Cristiane Torloni). Patrícia (Adriana Birolli), a filha do casal, é a namorada enganada por Antenor, que finge ser de uma família rica. A certa altura, Teresa Cristina se voltará contra Griselda quando descobrir a paixão dela e do marido. Ao seu redor, está sua Tia Íris (Eva Wilma), que vive infernizando-a; o irmão Paulo (Dan Stulbach), dono da fabrica de roupas Fio Carioca, casado com Esther (Júlia Lemmertz), que sonha em ter um filho; e o seu afetado e fiel escudeiro Crodoaldo Valério, o Crô (Marcelo Serrado), uma espécie de personal escravo.

Ao contrário de Antenor, o jeito de ser de Griselda não é condenado pelos outros filhos: Quinzé foi abandonado pela esposa, Teodora (Carolina Dieckmann), que fugiu com o amante Walace Mu (Dudu Azevedo), um lutador de UFC, deixando para trás o filho pequeno, Quinzinho. Quando Griselda ganha na loteria, a ambiciosa moça reaparece com a desculpa de rever o filho. Já Amália (Sophie Charlote) é uma boa moça, romântica, revendedora de produtos de beleza, que cai nas graças de Rafael (Marco Pigossi), gerente de uma revendedora de motos, mas de caráter duvidoso. Quinzé trabalha no Tupinambar, onde o proprietário é o galante português Guaracy (Paulo Rocha). Apaixonado por Griselda, ele faz diversas investidas pelo coração da amada, porém ela não quer assunto. E uma nova reviravolta acontece na vida de Griselda depois que ela enriquece: o retorno de Pereirinha, que não morreu e está disposto a conquistar a família que abandonara e a fortuna de Griselda.

Globo – 21h
de 22 de agosto de 2011
a 23 de março de 2012
185 capítulos

novela de Aguinaldo Silva
escrita com Maria Elisa Berredo, Patrícia Moretzsohn e Nelson Nadotti
colaboração de Meg Santos, Rodrigo Ribeiro, Maurício Gyboski, Brunno Pires e Ruy Vilhena
direção de Ary Coslov, Cláudio Boekel, Marcelo Travesso, Marco Rodrigo e Marcus Figueiredo
direção geral e núcleo de Wolf Maya

Novela anterior no horário
Insensato Coração

Novela posterior
Avenida Brasil

LÍLIA CABRAL – Griselda da Silva Pereira (Pereirão)
CHRISTIANE TORLONI – Tereza Cristina Buarque de Siqueira
DALTON VIGH – Renê Velmont
MARCELO SERRADO – Crô (Crodoaldo Valério)
JOSÉ MAYER – Pereirinha
CAROLINA DIECKMANN – Teodora
MALVINO SALVADOR – Quinzé (Joaquim José da Silva Pereira)
CAIO CASTRO – José Antenor da Silva Pereira
ADRIANA BIROLLI – Patrícia Siqueira de Velmont
EVA WILMA – Íris Siqueira
DAN STULBACH – Paulo Buarque de Siqueira
JÚLIA LEMMERTZ – Esther Wolkoff
PAULO ROCHA – Guaracy
RENATA SORRAH – Drª Danielle Fraser
ALEXANDRE NERO – Baltazar
DIRA PAES – Celeste
ARLETE SALLES – Vilma Moreira Prado
SOPHIE CHARLOTTE – Maria Amália da Silva Pereira
MARCO PIGOSSI – Rafael
SUZANA PIRES – Marcela Coutinho / Joana Coutinho
WOLF MAYA – Álvaro
TOTIA MEIRELLES – Zambeze
MILENA TOSCANO – Vanessa
JÚLIO ROCHA – Enzo
DUDU AZEVEDO – Wallace Mu
CRIS VIANNA – Dagmar
CARLOS MACHADO – Ferdinand
MONIQUE ALFRADIQUE – Beatriz
TÂNIA KHALIL – Letícia Moreira Prado
CARLOS CASAGRANDE – Juan Guilherme
HELENA RANALDI – Chiara
THAÍS DE CAMPOS – Alice
ERI JOHNSON – Gigante
CAROL MACEDO – Solange
GUILHERME BOURY – Daniel
RODRIGO SIMAS – Leandro
LUMA COSTA – Nanda
JULIANA KNUST – Zuleika
RAFAEL ZULU – Edivaldo
DAVID LUCAS – Renê Jr. (Renê Siqueira Velmont Jr.)
KÁTIA MORAES – Marilda
RICARDO BLAT – Severino
ANDRÉ GAROLLI – Albertinho
GUIDA VIANNA – Isolina
MÔNICA CARVALHO – Glória
ANA ROSA – Celina
JAIME LEIBOVITCH – Henrique
DANILO SACRAMENTO – Beto Jr.
RODRIGO HILBERT – Alex (Alexandre Lopes)
JOANA LERNER – Luana
SANDRO PEDROSO – Mandrake
VÍTOR DAVI – Leonardo
BIANCA SALGUEIRO – Carolina
GUILHERME LEICAM – Fábio
ALEXANDRA MARTINS – Márcia
MICHELLE MARTINS – Deusa
JANINE SALLES – Jaquelaine
ÍTALO GUERRA – Reinaldo
FÁBIO KELDANI – Vítor
MARCELO BROU – Pezão
ALEXANDRE LIUZZI – Joe Maluco
DANI BARROS – Lurdinha (mulher de Gigante, marida de aluguel)
ANA CAROLINA DIAS – Deborah (marida de aluguel, dá em cima de Quinzé)
JOSIE PESSOA – Ellen (amiga de faculdade de Patrícia)
os garotos
GABRIEL PELÍCIA – Quinzinho
VÍTOR COLMAN – Pedro Jorge
e
ALEXANDRE DAMASCENA – segurança do condomínio Marapendi Dreams
ALINE MATHEUS – Clara (cozinheira que trabalha com Renê)
ÁLVARO DINIZ – taxista que leva Lourdes ao motel onde Gigante estava
ANDERSON SILVA como ele mesmo
ANDRÉIA VEIGA – paciente da Drª Danielle
ÂNGELA VIEIRA – Mirna Bello (atriz contratada por Antenor para se passar por sua mãe)
BRUNO PADILHA – corretor de imóveis que vende a casa para o mafioso e, depois, para Griselda
CARLA LAMARCA – diretora da Natura durante a visita de Amália
CARLOS VIEIRA – Fred (cozinheiro que trabalha com Renê, amante de Crô morto por Tereza Cristina)
CHICO ANÍBAL – Pachoal (bêbado frequentador do bar de Guaracy)
CHRISTIAN MONASSA – Max (amigo de colégio de Fábio, Leonardo e Renê Jr.)
CIDA NASCIMENTO – Índia (marida de aluguel)
CLÁUDIA BORIONI – Edmara (chefe das arrumadeiras do hotel onde Teodora trabalhou)
CLEITON ECHEVESTE – Juscelino (garçon que trabalha com Renê)
DIEGO ESTTEVE – Mário (cozinheiro que trabalha com Renê)
DIOGO NOGUEIRA como ele mesmo (cantor convidado na festa organizada por Griselda)
DRÁUZIO VARELA como ele mesmo
DUDU SANDRONI – Dr. Gouveia (advogado de Celina e Henrique no processo da guarda do neto contra Danielle)
ED OLIVEIRA – Clint (treinador de Wallace Mu)
EDUARDO SPINETTI – Rui (cozinheiro que trabalha com Renê)
FIORELLA MATHEIS – mulher contratada por Ferdinand para dopar Quinzé
GABRIELA LINHARES – Isabel (trabalha na Faculdade Pessoa de Moraes)
GLÁUCIO GOMES – Francisco das Chagas (detetive que Tereza Cristina contrata para provar que Griselda é a investidora do restaurante Brasileiríssimo)
GILBERTO MIRANDA – Cícero (bêbado frequentador do bar de Guaracy)
HAMILTON RICARDO – porteiro do prédio onde mora Esther
ÍGOR MARCHESI – Anjo (da turma da praia)
ISABEL FILLARDIS – Drª Mônica (advogada de Danielle no processo da guarda do sobrinho)
ÍSIO GHELMAN – Guilherme Frasier (irmão de Danielle)
KELI FREITAS – produtora do Caldeirão do Huck
JOÃO BOURBONNAIS – Davi Barinski (dono do antiquário, cliente de Leandro, enganado por Enzo)
JOÃO VITHOR OLIVEIRA – Douglas (amigo de colégio de Fábio, Leonardo e Renê Jr.)
JOE RIBEIRO – Joel (funcionário do quiosque de Álvaro)
JORGE LUCAS – treinador de Jorge Muralha
LIONEL FISCHER – Dr. Louzada (médico que atendeu Marcela antes de ela morrer)
LUCIANA PAES – Fabrícia (marida de aluguel)
LUCIANO CHIROLLI – mafioso que perseguia Ísis, morto por Tereza Cristina
LUCIANO HUCK como ele mesmo
MÁRCIO ROSÁRIO – comparsa de Ferdinand no sequestro de Antenor
MARIA JOANA – Gata do Leblon (moça com quem René Jr. marca encontro pela internet)
MARIA LÍDIA COSTA – Cilene (vizinha de Griselda)
MARIANA AZEVEDO – Renata (amiga de colégio de Carolina)
MINOTAURO (RODRIGO NOGUEIRA) como ele mesmo (lutador de UFC)
MINOTOURO (ROGÉRIO NOGUEIRA) como ele mesmo (lutador de UFC)
NANDO LOPES – Silveira (gerente do hotel onde Teodora trabalhou)
PAULO GIARDINI – médico de Wallace Mu
PAULO VESPÚCIO – policial que investiga a morte de Fred
PEDRO CASARIN – Lucas (amigo de faculdade de Antenor e Daniel)
RAFAEL ZOLLY – Genésio (garçon que trabalha com Renê)
RENATA CASTRO BARBOSA – olheira de agência de modelos que convida Enzo para uma campanha
ROBERTO LOBO – médico de Antenor
ROSAMARYA COLLIN – Dona Zilá (moradora do Recanto da Zambeze, morre no início)
SAMIR MURAD – Delegado Paredes
SILVIO POZATTO – Dr. Barbosa (advogado de Tereza Cristina)
SYLBETH SORIANO – Zélia (marida de aluguel)
TÂNIA TOKO – Cícera (marida de aluguel)
TAYANE MAYER – Rejane (amiga de Nanda, da turma da praia)
THIAGO VARELLA – Jorge Muralha (adversário de luta de Wallace Mu)
VICTOR BELFORT como ele mesmo
VICTOR SIDONI – Ramon (funcionário do quiosque de Álvaro)
YUNES CHAMI – árabe que negocia com Clint e Wallace Mu
ZÉ LUIZ LAGO – Tavito (bêbado frequentador do bar de Guaracy)

Um sucesso popular que alavancou a audiência do horário nobre da Globo, Fina Estampa foi a novela de maior ibope dos últimos cinco anos até aquele momento.
No ibope da Grande São Paulo (o que conta para o mercado publicitário), a trama teve, na média geral, menos audiência (39) que a última trama de Aguinaldo, Duas Caras (41), de 2007-2008, e a novela seguinte, A Favorita (40), e empatou com Caminho das Índias. Mas ultrapassou as três novelas subsequentes: Viver a Vida (36), Passione (35) e Insensato Coração (36). Já na média nacional (PNT – Painel Nacional de Televisão), Fina Estampa se saiu melhor: 41 pontos, empatando com Duas Caras e ultrapassando as demais novelas.

O autor Aguinaldo Silva uniu tramas surreais – entende-se sem compromisso algum com a realidade – com elementos populares em voga naquele momento – como UFC e o funk -, personagens caricatos – como a vilã Tereza Cristina (Christiane Torloni) e o gay escrachado Crodoaldo Valério (Marcelo Serrado) -, e uma heroína maniqueísta – Griselda (Lília Cabral), mulher batalhadora, de personalidade forte, mãe sofrida, boa e justa, concebida especialmente para criar empatia com o público que se identifica com essa figura idealizada – mais especificamente a “nova classe C”, que, acreditava-se na época, era a principal responsável pela audiência do horário nobre na TV aberta brasileira.

Em entrevista, Wolf Maya, diretor de núcleo, comentou sobre a novela:
“O que acho que Fina Estampa tem de mais curioso é que ela retoma uma dramaturgia de televisão muito popular. Ela resgata personagens emblemáticos, com o olhar do público (…)”

Aguinaldo Silva comentou sobre a abordagem que fez em sua novela – o que vale mais: a aparência ou o caráter? Ninguém é só o que parece ser.
“(…) no Brasil existe uma verdadeira obsessão pela aparência, em detrimento do caráter. Somos cada vez mais lindos fisicamente, mas moralmente somos bastante discutíveis.(…) Achei que era a hora de colocar essa questão diante dos telespectadores.”

Fina Estampa está longe de ser o melhor trabalho de Aguinaldo Silva: não teve uma história consistente, marcante, inovadora ou original. O autor se perdeu do mote inicial: Griselda, que, ao ficar rica, se questionaria se o que vale mais é a aparência ou o caráter – como bem sugeria a abertura e o título da novela.

Isso acabou não acontecendo e a vilã tresloucada Tereza Cristina passou a ganhar mais espaço dentro da história, despertando a atenção do público acerca de seu “segredo”. Mas esse segredo – cuja revelação foi ápice em dois momentos – acabou por frustrar o telespectador. O autor também frustrou o público com a não revelação da identidade do amante de Crô (Marcelo Serrado), no último capítulo.

Apesar do espaço que Tereza Cristina ganhou na trama, pela primeira vez não foi a vilã da novela que despertou paixões no telespectador – como Nazaré Tedesco de Senhora do Destino e tantas outras vilãs.
O personagem de Fina Estampa que entrou para galeria de tipos queridos da TV foi o Crô, de Marcelo Serrado, o grande destaque da novela, impagável nas cenas com Tereza Cristina, o chofer Baltazar (Alexandre Nero) e a empregada Marilda (Kátia Moraes) – que juntos formavam o melhor núcleo da novela.
Também Pereirinha (José Mayer), Teodora (Carolina Dieckamnn) e Tia Íris (Eva Wilma) tiveram ótimos momentos com seus personagens, valorizados pelo texto afiado do autor e pela interpretação dos atores.

Pegando carona no sucesso, em 2013, o trio Crô (Marcelo Serrado), Baltazar (Alexandre Nero) e Marilda (Kátia Moraes) voltou no filme Crô, roteirizado pelo próprio Aguinaldo Silva e dirigido por Bruno Barreto, contando também com Milhem Cortaz e Carolina Ferraz no elenco.

Apesar de vários núcleos e personagens com histórias desinteressantes, e por mais surreal que a novela tenha sido, a aposta no tom farsesco e na comédia popular funcionou. O que talvez não teria acontecido se o autor tivesse se restringido à chata família de Griselda e seu discurso politicamente correto. Ou ao núcleo da praia e seus aplausos ao sol.

A cidade cenográfica, no Projac, tinha 6.500 metros quadrados e reproduzia uma parte da Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. Entre os locais, estavam um quarteirão e meio da Rua Olegário Maciel, a igreja redonda da Barra, diversos estabelecimentos comerciais, além de 2.000 m2 dedicados somente à construção do Recanto da Zambeze e outros 3 mil da comunidade do Recanto da Lagoa.
“Fotografamos e fizemos um levantamento completo da rua, de ponto a ponto, para analisar bem as suas características”, explicou o diretor de arte Mário Monteiro, que trabalhou em parceria com o cenógrafo Maurício Rohlfs.

Na “casa pobre” de Griselda, todos os móveis eram de inspiração cubana. Segundo a produtora de arte Denise Garrido, nada era decorativo no cenário, todos os objetos tinham alguma utilidade para o trabalho da protagonista. Já no Quiosque do Álvaro, os objetos lembravam o estilo zen do casal Álvaro e Zambeze (Wolf Maya e Totia Meirelles), feitos com materiais recicláveis nas cores do verão. Em contraponto com estes cenários, estava a mansão de Tereza Cristina: muito luxo e conforto com objetos sofisticados e obras de arte.

Os personagens usavam roupas coloridas, dinâmicas e modernas, bem no clima do Rio de Janeiro – de acordo Beth Filipecki, que assinou o figurino da novela, ao lado de Reinaldo Machado, e trabalhou com 22 profissionais sob seu comando.

Em Fina Estampa, Aguinaldo Silva referenciou sua obra, fazendo citações ou usando tramas já usadas anteriormente.
Tereza Cristina matava seus desafetos usando o mesmo método da vilã vivida por Renata Sorrah em Senhora do Destino: empurrando a vítima escada abaixo. Na primeira morte, a referência ficou explícita com um comentário da personagem: “Obrigada Nazaré Tedesco!”
Nazaré também foi citada por Crô, quando ele comentou da vilã de novela que jogou o ventilador na banheira para matar uma pessoa.
Teresa Cristina e Crô citaram o vidente Uálber Cañedo, personagem de Diogo Vilela em Suave Veneno.
Outra referência a Suave Veneno foi o nome da falecida mãe de Tereza Cristina, Carlota Valdez, que era o nome da personagem de Betty Faria naquela novela.
Tia Íris, vivida por Eva Wilma, tinha mania de falar usando palavras em inglês, o que remetia à sua personagem Altiva, que ela viveu em A Indomada.
A Faculdade Pessoa de Moraes, onde estudavam alguns personagens – como Antenor e Patrícia (Caio Castro e Adriana Birolli) – era a mesma faculdade fictícia que o autor criara para sua trama anterior, Duas Caras.
Assim como o fictício jornal Diário de Notícias, o mesmo da novela Senhora do Destino.

Primeira novela no Brasil do ator português Paulo Rocha. Também primeira novela da jovem atriz Josie Pessoa.

Por sua atuação na novela, Lília Cabral foi premiada com o Troféu Imprensa de melhor atriz de 2011.

Trilha Sonora Nacional

finaestampat1
01. RECADO – Gonzaguinha (tema de Griselda)
02. GRISELDA – Zeca Pagodinho (participação especial Sombrinha) (tema de Griselda)
03. FLOR MORENA – Aline Calixto (tema da Dagmar)
04. EU NUNCA AMEI ALGUÉM COMO EU TE AMEI – Ivete Sangalo (tema de Quinzé)
05. AMOR COVARDE – Jorge & Mateus (tema de Celeste e Baltazar)
06. COLORIR PAPEL – Jammil & Uma Noites (tema de locação: praia)
07. PROBLEMAS – Ana Carolina (tema de Esther e Paulo)
08. SEM LIMITES – Danni Carlos (tema de Teodora)
09. MEMÓRIA DO PRAZER – Jorge Vercillo e Nina Joh (tema de Amália e Rafael)
10. NADA POR MIM – Ney Matogrosso (tema de Letícia e Juan Guilherme)
11. QUEM NÃO QUER SOU EU – Seu Jorge (tema da Patrícia e Antenor)
12. MENINA CHAPA QUENTE – Perlla (tema de Solange)
13. HOJE AINDA É DIA DE ROCK – Marya Bravo (tema da Álvaro e Zambeze)
14. VAMOS DANÇAR – Ed Motta (tema de Juan Guilherme e tema de locação: praia)
15. SEGURA – Eduardo Dussek (tema de Crô)
16. FINA ESTAMPA – Victor Pozas, Roberto Pollo & Alexandre Castilho (tema de abertura)

Trilha Sonora Internacional

finaestampat2
01. BRIGHTER THAN THE SUN – Colbie Caillat (tema de locação)
02. SOMEONE LIKE YOU – Adele (tema de Griselda)
03. PRICE TAG – Jessie J (tema de locação)
04. PARADISE – Coldplay (tema de Antenor e Patrícia)
05. JUST A KISS GOODNIGHT – Lady Antebellum (tema de Quinzé e Teodora)
06. 1 + 1 – Beyoncé (tema de Leticia e Juan Guilherme)
07. LAST FRIDAY NIGHT (T.G.I.F) – Katy Perry
08. WALKIN’ ON AIR (BURN) – Mister Jam Feat. Ali Pierre & King Tef (tema de locação)
09. CALLED OUT IN THE DARK – Snow Patrol (tema de locação)
10. MY LOVE – Julio Iglesias Duet With Stevie Wonder (tema de Esther e Paulo)
11. ECSTASY – Mario Biondi (tema de Danielle)
12. EVIL DIVA – Tabatha Fher (tema de Tereza Cristina)
13. GIVE IT AWAY – Quincy Coleman (tema de Esther)
14. THEY CAN’T TAKE THAT AWAY FROM ME – Ronaldo Canto e Mello (tema de Pererinha)
15. FADO SAGITÁRIO – Camané (tema de Guaracy)
16. PERFECT – Miggs (tema de Patricia)

As músicas a seguir foram divulgadas no site da novela como parte integrante da trilha internacional, apesar de não fazerem parte do CD lançado pela Som Livre
THIS GUY IN LOVE WITH YOU – Burt Baccharach
THE LADY IS TRAMP – Ella Fitzgerald

Trilha Sonora Instrumental: música original de Victor Pozas e João Paulo Mendonça

finaestampat3
01. O SEMPRE
02. VALSA DE JULHO
03. DE NOITE
04. DIA NOVO
05. TRISTE SAUDADE
06. DE PRIMEIRA
07. SOB A PONTE
08. JPM e MARIANA
09. DOIS LUGARES
10. TEMA DE CRODOALDO
11. LACRIMEJA
12. SUSPENSO
13. SEM ELA

Veja também

  • laracomz_logo

Lara com Z

  • imperio_logo

Império

  • senhoradodestino_logo

Senhora do Destino

  • duascaras_logo

Duas Caras