Bastidores

A TV Cultura reativou seu núcleo de dramaturgia com o projeto Senta que Lá Vem Comédia, um teleteatro gravado nos teatros Maria Della Costa e Franco Zampari, em São Paulo, nos mesmos moldes dos humorísticos A Família Trapo e Sai de Baixo, ou seja, com plateia.

Aos sábados, sempre às 22 horas, era apresentada uma comédia de autor brasileiro, justamente na faixa dos humorísticos A Praça É Nossa (SBT) e Zorra Total (Globo), nas emissoras concorrentes.

“O projeto pretende mostrar para o público que existem novas linguagens e caminhos para a teledramaturgia na televisão brasileira, fora as tradicionais novelas”, disse na época a coordenadora do núcleo de dramaturgia, Analy Alvarez.
“As peças são gravadas em um teatro com público e todas as características de um espetáculo ao vivo em um palco serão mantidas, ou seja, queremos que o público de casa se sinta como se estivesse ido efetivamente a um teatro, mesmo sem sair de casa.”

Cultura – 22h
estreia: 14 de maio de 2005

coordenação do núcleo de dramaturgia: Analy Alvarez

14/05/2005: defeito de família – de França Júnior, direção de John Herbert, com Luiz Serra, Arlete Montenegro, Cláudio Fontana, Amanda Acosta, Paulo Hesse, José Ferro

21/05/2005: toda donzela tem um pai que é uma fera – de Gláucio Gil, direção de Roberto Lage, com André Garolli, Jerusa Franco, Luiz Serra, Bárbara Paz, Elvis Shelton, Carmem Milian

28/05/2005: o noviço – de Martins Pena, direção de Antônio Petrin, com Jairo Mattos, Rosaly Papadopol, Fábio Supérbi e Clarissa Kiste

04/06/2005: um edifício chamado 200 – de Paulo Pontes, direção de José Renato Pecora, com Tuca Andrada, Rachel Ripani, Verônica Lo Turco

11/06/2005: os mistérios do sexo – de Coelho Neto, direção de Antônio Ghigonetto,com Cláudio Fontana, Maria Eugênia de Domenico, Roney Facchini, Lourdes de Moraes, Eliseu Paranhos e Wálter Cruz

18/06/2005: fulaninha e dona coisa – de Noemi Marinho, direção de Noemi Marinho, com Eliete Cigarini, Cláudia Missura e Paulo Vasconcelos

25/06/2005: onde canta o sabiá – de Gastão Tojeiro, direção de Ednaldo Freire, com Paula Picarelli, Rogério Bandeira, Eliana Rocha, Luti Angelelli, Lourdes de Moraes e Aiman Hammoud

02/07/2005: greta garbo, quem diria, acabou no irajá – de Fernando Melo, direção de Emílio de Biasi, com Hilton Have, Dalton Vigh e Bárbara Paz

09/07/2005: defeito de família

16/07/2005: o secretário da sua excelência, de Armando Gonzaga, direção de Reinaldo Santiago, com Nilton Bicudo, Pascoal da Conceição, Elizabeth Hartmann e Wagner Vaz

23/07/2005: os ossos do barão – de Jorge Andrade, direção de Willian Pereira, com José Rubens Chachá, Zé Carlos Machado, Malú Pessin, Rafaela Puopolo, Márcia Real, Fábio Herford, Vera Nunes, Haydeé Bitencourt e Isabeau Christine

30/07/2005: o primo da califórnia – de Joaquimm Manuel de Macedo, direção de Silney Siqueira, com Fábio Azevedo, Serafim Gonzáles; Francarlos Reis, Amanda Acosta, Neusa Velasco, Manoel Candeias e Leonardo Cortez

06/08/2005: anjinho bossa nova – de Paulo Silvino, direção de Roberto Lage, com Alcione Mazzeo, Danielle Farias, Daniel Faleiros, Mário Condor e André Latorre

13/08/2005: casa de orates – de Álvaro e Aluísio Azevedo, direção de Adriano Stuart, com Cassiano Ricardo, Márcia Maria, Kito Junqueira, Jonas Mello, Flávia Garrafa, Francisco Bretãs, Daniel Warren, Mariana Muniz, Luiz Amorim e Mara Faustino

20/08/2005: ai, caçarola! – de Plauto, adaptação de Atílio Bari, direção de Ednaldo Freire, com Luiz Serra, Ruy Rezende, Lucélia Machiaveli, Luti Angelelli, Maria do Carmo Soares, Luiz Carlos Bahia e Evill Rebouças

27/08/2005: pedro e domitila – de Ênio Gonçalves, direção de Mário Masetti, com André Garolli, Vanessa Gerbelli, Eduardo Silva e Jú Colombo

03/09/2005: swing – de Luiz Carlos Sampaio, direção de Antônio Ghigonetto, com Kito Junqueira, Nilton Bicudo, Cláudia Missura e Adriana Londoño

10/09/2005: esse ovo é um galo – de Lauro César Muniz, direção de Bete Dorgam, com Haimann Hammoud, Fernanda Viacava, Flávio Guarnieri, Gabriela Rabelo, Miguel Bretas, Gésio Amadeu, Denys Goyos, Sérgio Rufino, Nani de Oliveira, Fausto Franco, Luiz Damasceno, Bruno Perillo, Val Pires e Paulo Leite

17/09/2005: xandú quaresma – de Chico de Assis, direção de Ednaldo Freire, com Cláudio Jaborandy, Javert Monteiro, Marcelo Galdino, Geisa Gama, Carlos Ataíde, Maria Siqueira, Vilson Duvalle, Tatiana Freire, Alexandre Krug e Fernando Bezerra

24/09/2005: você tem medo do ridículo, clark gable? – de Analy Alvarez, direção de Roberto Lage, com Sônia Guedes, Arlete Montenegro, André Latorre, Neusa Velasco, Roberta Nader, Luiz Serra e Gianfrancesco Guarnieri

01/10/2005: solteira é que eu não fico – de Gastão Tojeiro, direção de Adriano Stuart, com Eliana Rocha, José Ferro, Amazyles de Almeida, Paulo Bordhin, Milton Levy, Adriana Alvarez e Thiago Matheus

08/10/2005: e agora, cacilda? – de João Carlos Couto, direção de Mario Mazetti, com Angela Dip, Cláudia Missura, Raymundo de Souza e Rafael Miguel

15/10/2005: se o anacleto soubesse… – de Paulo Orlando, direção de Bete Dorgam, com Denise Del Vecchio, Ângelo Brandini, Francisco Bretas, Melissa Vaz, Armando Filho, Mara Faustino, Andréa Bassit, Pedro Pianzo e Flávio Tolezani

22/10/2005: e agora, o que eu faço com o pernil? – de Regina Helena de Paiva Ramos, direção de Arlindo Pereira, com Rosamaria Murtinho, Luiz Serra e Yaçanã Martins.

29/10/2005: a babá, o bebê e o velho babão – de Marcus Cardelíquio, direção dele e de Sérgio Galvão, com Jonas Mello, André Garolli, Flávia Garrafa, Luti Angelelli e Sandra Marah

05/11/2005: sua excelência o candidato – direção de Silnei Siqueira e Edison Braga, com José Rubens Chachá, Ary França, Eduardo Silva, Larapar Córdula, Silvia Pompeu, Henrique Lisboa Taubaté e Ken Kaneko.

12/11/2005: a partilha direção de Eliana Fonseca e Arlindo Pereira, com Geraldine Quaglia, Suia Legaspe e Luah Galvão.

19/11/2005: caiu o ministério – direção de Sergio Galvão e Emilio Di Biasi, com Cassiano Ricardo, José Rubens Chachá, Noemi Marinho, Flávio Guarnieri e Amanda Acosta

Veja também