Sinopse

Leal Cordeiro é um homem de origem humilde, hoje milionário, que construiu o Titã, um gigantesco e moderníssimo edifício no centro São Paulo. A moradora mais antiga é Hélia Pimenta, uma paixão mal resolvida do passado. Ela se vê novamente na vida de Leal e os corações de ambos voltam a bater forte um pelo outro, mesmo estando em lados opostos quanto às suas opiniões e maneiras de levar a vida.

Hélia e Leal ainda precisam cuidar de seus filhos. Ele é pai de três moças: as peruas Regeane e Goretti e a caçula Nelinha, uma astrônoma que adora aventura. Hélia, por sua vez, é mãe de Zeca, um rapaz de boa índole. O destino fará, ironicamente, com que Nelinha e Zeca se apaixonem, provocando a ira de Nara, ex-noiva dele, que planeja impedir a felicidade do casal.

Enquanto isso, Regeane, a filha mais velha de Leal, namora Albano, chefe de segurança do Titã, que finge amá-la mas mantém um caso com sua colega de trabalho, Deodora, uma mulher bela e perigosa. Albano e Deodora planejam roubar a fortuna de Leal, o que os leva a diversos planos malignos. E Regeane se vê cada vez mais envolvida por Portinho, seu ex-marido, já que eles não conseguem ficar longe um do outro.

A vida de todos muda com o retorno de Otto Niemann, antigo amigo de Leal, que tem planos para destruí-lo. A razão do ódio contra o ex-amigo vem do passado: Otto foi preterido por Leal no coração de Hélia.

Globo – 19h
de 11 de janeiro a 17 de julho de 2010
161 capítulos

novela de Bosco Brasil
escrita por Maria Elisa Berredo, Mário Teixeira, Izabel de Oliveira, Patrícia Moretzsohn, Marcos Lazzarini e Bosco Brasil
supervisão de texto de Aguinaldo Silva
direção de Paulo Silvestrini, Carlo Milani e Luciana Oliveira
direção geral José Luiz Villamarim

Novela anterior no horário
Caras e Bocas

Novela posterior
Ti-ti-ti

ANTÔNIO FAGUNDES – Leal Cordeiro
ELIANE GIARDINI – Hélia Pimenta
MARCOS CARUSO – Otto Niemann
FERNANDA VASCONCELLOS – Nelinha (Cornélia Cordeiro)
THIAGO RODRIGUES – Zeca (José Carlos Pimenta)
GRAZI MASSAFERA – Deodora Madureira
GUILHERME WEBER – Albano / Padre Isidro
MALU GALLI – Iolanda Paranhos
REGIANE ALVES – Goretti
FELIPE CAMARGO – Portinho (Vinícius Porto)
VIVIANNE PASMANTER – Regeane
PRISCILA FANTIN – Nara Nolasco
DANTON MELLO – Renato Vieira de Mattos
LEONARDO MEDEIROS – Ramon Piñon
ALESSANDRA MAESTRINI – Ditta
PAULA POSSANI – Maureen Lobianco
DÉBORA DUARTE – Tertuliana
OTÁVIO MÜLLER – Dr. Altemir Bodansky
OTÁVIO AUGUSTO – Faustaço Lombriga
JAIRO MATTOS – Gaulês (Jean-Paul)
CRIS VIANNA – Tita Bicalho
LUCIANA BORGHI – Bárbara Lee
ALINE PEIXOTO – Jannis
JOÃO BALDASSERINI – Túlio Osório
GUILHERME LEICAM – Led
CAROLINE ABRAS – Katrina
TUNA DWEK – Justine
GENÉZIO DE BARROS – Pasquale
PASCHOAL DA CONCEIÇÃO – Zuppo
RICARDO BLAT – Fidélio
SELMA EGREI – Tamara Palumbo
CLÁUDIA MISSURA – Lavinnia Palumbo
ALEXANDRE CIOLETTI – Valvênio
EDMILSON BARROS – Lindomar Mariano Assunção
ALEXANDRA MARTINS – Duba (Dulcinólia Lombriga)
RAFA DE MARTINS – Max do Cavaco
ELIANA PITMAN – Miranda
DARLAN CUNHA – Joca (João Carlos Paranhos)
JOANA LERNER – Heloísa
ANTÔNIO FRAGOSO – Zapata
FABRÍCIO BOLIVEIRA – Nabuco Mota
CARLOS SATO – Ditchã
GILBERTO MIRANDA – Madrugadinha
ALBY RAMOS – Sabiá
ANDERSON LAU – Okuda
NARUNA COSTA – Dodô (Dolores Damasceno)
JANAINA ÁVILA – Milena Morgado
CÁSSIO INÁCIO – Tartana
MARCIA DEL ANILLO – Filó Pendenga (Filomena Ayres Penna, bailarina da escola de dança de Hélia)
GEORGIA GOLFARB – Val Lopes (segurança do Titã)
PAULO LEAL – Raulzão (Ducha Fria)
XANDY BRITTO – Nelsinho Pallotti (segurança do Titã)
LUCIANA BARBOSA – Izadora Mellão (chefe das recepcionistas do Titã)
SOFIA PORTTO – Malu Leitão (funcionaria da loja de Zapata)
PRAZERES ALVES – Rondônia Alves (cozinheira de Goreti)
as crianças
POLIANA ALEIXO – Maria Eunice
REBECA ORENSTEIN – Maria Helena
JENIFER DE OLIVEIRA ANDRADE – Maria Clara
ANA KAROLINA LANES – Maria Eugênia
e
ADRIANO PETERMANN – João Altemir (filho de Bodansky)
BETO QUIRINO – Romeu (zelador do manicômio que ajudou a sumir com o arquivo de Niemann)
BRUNO ABRAHÃO – rival de led na disputa da vaga na Orquestra Jovem
CACO BARESSI – piloto do avião fretado por Niemann para ir atrás de Regeane
CLÁUDIA BORIONI – juíza de menores
CRISTINA POMPEU – recepcionista da faculdade de Jannis
DANIELA DUARTE – Tertuliana (jovem)
ELIAS GLEIZER – Abraãozinho Mota
ELLEN ROCCHE – Cibele Porto
GILBERTO MARMOROSH – joalheiro
GUSTAVO GASPARINI – maestro a quem Ditta pede uma oportunidade a Led
HAMILTON RICARDO – Alípio
HENRIQUE TAXMAN – médico
HERBERT RICHERS JR. – Marcos
ISABEL LOBO – Thais Trancoso (recepcionista de Lavínnia)
JEFFERSON GOULART – João Jonas (filho de Bodansky)
JOÃO PAULO SILVINO – arranja confusão com Zeca na boate
JONATHAN NOGUEIRA – oficial de justiça
JULIANA BOLLER – Larissa (astronauta)
LICURGO SPÍNOLA – Lossacco (dança com Goretti no concurso)
LETÍCIA ISNARD – balconista do aeroporto que impede Led de entrar na área vip
LUCIANO CHIROLLI – Dr. Maringoni
LUIZ HENRIQUE NOGUEIRA – Mendoncinha (cúmplice de Niemann)
MALU ROCHA – madre superiora do convento onde Regeane se abrigou
MARCELO ASSUMPÇÃO – Roberto R (detetive assassinado por Maureen)
MÁRCIO SEIXAS – Frank (voz do robô do Titã)
MARCO ANTÔNIO PÂMIO – Políbio Bretas
MARIA LÍDIA COSTA – Josefa (mulher que avisa Leal sobre o paradeiro de Regeane e, posteriormente, mãe biológica de Nelinha)
MARÍLIA MARTINS – Drª Calógeras (advogada de Leal)
PABLO AGUILAR – João Maria (filho de Bodansky)
PAULO BETTI – JP
PAULO GIARDINI – médico
PAULO VESPÚCIO – capanga de Nieman que mata Getúlio
RAFAEL SALIMENA – João João (filho de Bodansky)
RITA PORTO – Fátima (dona da loja no Mato Grosso que abriga Regeane)
RODRIGO RANGEL – fiscal da praia que surpreende Helô e Max do Cavaco
RONALDO REIS – fiscal da Prefeitura que embarga a obra de Leal
SANDRO XIMENES – Divino (chefe da equipe técnica do Titã e quebra-galho do SPA)
SÉRGIO MARONE – filho de J.P.
SÉRGIO MONTE – marido de Fátima
SHIMON NAMIAS – Getúlio (caminhoneiro)
TARCIANA SAAD – repórter que entrevista Goretti
VICTOR PECORARO – Maurição (Ricardo Maurício)
WILLIAM VITA – aborda Katrina num bar
ZÉ LUIZ PEREZ – Tito Maranhão (chefe do departamento pessoal do Titã)

– núcleo de LEAL CORDEIRO (Antônio Fagundes), empreendedor de origem humilde que enriqueceu com trabalho. É o dono do moderníssimo edifício Titã, no centro de São Paulo. Não mede esforços para agradar as três filhas. Atualmente, tem se sentido sobrecarregado e, após anos de muito trabalho, começa a pensar em dar um novo rumo para seu destino:
as filhas: REGEANE (Vivianne Pasmanter), a mais velha. Formou-se em Engenharia, mas não tem nada de racional. Perua fútil e consumista ao extremo. Decidiu se separar do marido, seu grande amor, ao descobrir que ele não poderia lhe dar o filho que tanto sonhou. Ao longo da trama, desaparece e é dada como morta. Reaparece no final,
GORETTI (Regiane Alves), a do meio. Bonita por natureza e cafona por vocação, morre de vergonha da origem pobre do pai. A vontade de dar um neto a ele fez com que tivesse quatro filhas. Mãe ausente, mal conhece suas meninas,
e CORNÉLIA, a NELINHA (Fernanda Vasconcellos), a caçula e sua preferida. Por ser tão parecida com ele, principalmente no jeito teimoso de ser, a relação entre os dois tem altos e baixos. As brigas camuflam um amor imenso e uma forte admiração que tem por Leal. É firme ao defender seu ponto de vista e tem um enorme coração. Astrônoma, é apaixonada por aventuras no céu
o ex marido de Regeane, PORTINHO, como é conhecido VINÍCIUS PORTO (Felipe Camargo). Separou-se a contragosto, pois ainda ama a ex. Astrônomo, é desastrado, azarado e acomodado. Profissional brilhante, não sabe lidar com a realidade. É o melhor amigo de Nelinha, que pode contar com sua companhia e fidelidade
a governanta TERTULIANA (Débora Duarte), experiente e generosa, vive há anos na casa de Leal, a quem é extremamente fiel. É a referência materna de Nelinha, pois foi quem cuidou da criação da menina desde a morte de sua mãe. Tem um enorme carinho pelas destrambelhadas Goretti e Regeane.

– núcleo de Goretti, a filha do meio de Leal:
o marido ALTEMIR BODANSKI (Otávio Müller), charlatão, construiu uma carreira de palestrante de auto-ajuda e fundou o spa Pilhanatural, onde são aplicadas técnicas para o bem-estar do corpo e da alma. Linguarudo e sem o menor compromisso com a ética
as filhas: MARIA EUNICE (Polliana Aleixo), 15 anos, mas se parece com uma criança grande. É desajeitada e prefere brincar com os mais novos,
MARIA HELENA (Rebecca Orenstein), a mais vaidosa, tem trejeitos de uma adulta, embora tenha apenas 14 anos. É uma crítica ferrenha de moda e sua principal vítima é a mãe, que não tem o menor talento para se vestir,
MARIA CLARA (Jeniffer de Oliveira Andrade), a mais forte e invocada entre as quatro, embora tenha sido a terceira a nascer. Ela até que tem o tamanho normal para a idade, 13 anos, mas surpreende a todos quando carrega móveis de sua casa,
e MARIA EUGÊNIA (Ana Karolina Lannes), a caçula, 12 anos. Encantadora e falante, chama a atenção por ser muito inteligente, mais do que a idade permite
a cozinheira RONDÔNIA (Prazeres Alves), não leva jeito para a culinária, só se mantém no emprego porque aprendeu a lidar com as filhas da patroa.

– núcleo de HÉLIA PIMENTA (Eliane Giardini), ex-bailarina, abandonou a dança profissional por razões até hoje não esclarecidas. Para amenizar a falta que sente dos palcos, fundou uma academia no centro de São Paulo, onde seus alunos encontram diversos ritmos de dança. Foi a primeira moradora do Titã. Recusa-se a revelar ao único filho a identidade e o paradeiro do pai dele. Também esconde a razão de ter uma relação tão conflituosa com Leal:
o filho ZECA (Thiago Rodrigues), bom rapaz, sincero e íntegro. Consegue um emprego no Titã, como engenheiro. Ao salvar Nelinha em um acidente, assume o posto de segurança do edifício, ou melhor, guarda-costas da filha de Leal. E assim nasce um amor entre os dois
a ex-namorada de Zeca, NARA (Priscila Fantin), obcecada por ele, não aceita ter sido trocada, por isso faz o possível para melar a relação dele com Nelinha
o amigo FIDÉLIO (Ricardo Blat), com quem divide segredos, principalmente os que se referem ao seu passado. Culto, educado, elegante e discreto
o amigo de Zeca, NABUCO (Fabrício Boliveira), herdou uma loja de reparos de roupa na Galeria do Rock, vizinha do Titã, e descobriu-se um exímio costureiro. Tem um sonho: a criação de sua própria marca de roupas
a bailarina em sua academia FILÓ PENDENGA (Marcia Del Anillo), boa dançarina, acha que seus pares nunca estão a sua altura.

– núcleo de OTTO NIEMANN (Marcos Caruso), gênio da arquitetura moderna e da tecnologia. Viveu no passado um triângulo amoroso com Leal e Hélia. Resolveu se isolar do mundo. Retorna depois de muitos anos para se vingar de Leal, seu ex-amigo, e conquistar Hélia:
a amante MAUREEN (Paula Possani), professora de dança na academia de Hélia, esconde os ciúmes que sente dela
o cúmplice ALBANO (Guilherme Weber), infiltrado no Titã como chefe da segurança. Conhece bem o prédio de Leal e aproveita o seu cargo para bisbilhotar a vida dos que circulam ou moram no edifício. No início, namora Regeane, por interesse. Cínico, tem um passado nebuloso. Em um momento da trama, some e depois reaparece em outra identidade: PADRE ISIDRO
a amante de Albano, DEODORA (Grazi Massafera), seu braço direito, comanda com mão de ferro os seguranças do Titã. Esperta e desafiadora, domina as artes marciais. Ao longo da trama, revela-se que é filha de Otto
o funcionário de Albano, ZAPATA (Antônio Fragoso), dono de uma loja na Galeria do Rock. Coloca em prática algumas das armações de Albano
a funcionária da loja de Zapata, MALU (Sofia Porto).

– núcleo de RAMON PIÑON (Leonardo Medeiros), dono da lendária loja “Ao Tiozinho do Rock”, é presidente da associação dos lojistas da Galeria do Rock. Roqueiro velho de guerra, sem nunca abandonar o jeitão desleixado e rebelde, é, no fundo, um homem conservador. Sofre até hoje por ter sido abandonando pela mulher:
os filhos: JANNIS (Aline Peixoto), tomou as dores do pai depois da separação de sua mãe. Por isso, faz todas as vontades dele. Apesar disso, sofre com seu ciúme,
e LED (Guilherme Leicam), sente falta da mãe. Filho de roqueiro, esconde do pai que estuda violoncelo e ama música clássica
a ex-mulher DITTA (Alessandra Maestrini), cantora lírica de fama internacional. Respeitada no mundo artístico, precisou largar sua família em São Paulo para se dedicar à carreira. Mas esse conflito nunca ficou resolvido dentro de seu coração. De volta ao Brasil, vai balançar entre o amor de seus filhos e os palcos
o amigo GAULÊS (Jairo Mattos), dono de um sebo de histórias em quadrinhos na Galeria do Rock. É considerado membro da família
a secretária e amiga de Ditta, JUSTINE (Tuna Twek), tenta convencê-la a não abandonar a carreira pelos filhos. Poliglota e viajada, é o braço direito da cantora.

– núcleo de IOLANDA PARANHOS (Malu Galli), ex-enfermeira, formada em Psicologia, vai se transformar numa supergovernanta e aparecerá na vida de Goretti para ajudar na tarefa de educar suas quatro filhas. Ficou viúva jovem e desde sempre precisou lutar para vencer na vida, deixando seu coração um tanto endurecido para o amor. Acaba de se mudar para São Paulo e tem esperanças de conseguir reconstruir sua história. Vai se envolver com Leal, formando um triângulo amoroso com Hélia:
o filho JOCA (Darlan Cunha), bom menino, gosta de estudar. Traz consigo diversos conflitos acentuados com a morte do pai e com a vida agitada da mãe
a sogra MIRANDA (Eliana Pitman), musicista, toca trombone e vai integrar uma pequena orquestra formada na academia de Hélia.

– núcleos dos amigos de Leal:
ZUPPO (Paschoal da Conceição), vive se fazendo de bobo, mas no fundo está ligado em tudo. Desconfia de Albano e fica de olho nele. Usa o tom de brincadeira para tratar de assuntos sérios
FAUSTAÇO LOMBRIGA (Otávio Augusto), viúvo metido a conquistador. Tem uma queda por mulheres casadas
a filha de Faustaço, DUBA (Alexandra Martins), tem pavor de seu verdadeiro nome DULCINÓLIA. Vaidosa e nada estudiosa, sempre deu dor de cabeça ao pai. Afilhada de Leal, morre de inveja da boa vida levada por Goretti e Regeane
PASQUALE (Genezio de Barros), sergipano dono de uma pizzaria que cisma em falar italiano, usando expressões com sotaque nordestino
o funcionário de Pasquale, TÚLIO (João Baldasseirini), motoboy e entregador de pizza. Inteligente, boa praça e bom caráter, tira os amigos de encrenca com a mesma facilidade com que entra nelas. Namorado de Jannis, os dois se escondem de Ramon, que é contra o namoro
o amigo de Túlio, TARTANA (Cássio Inácio), esquentado, se mete constantemente em encrencas
a namorada de Tartana, KATRINA (Carol Abras), como o furacão: não pode ver um bonitão pela frente que sai atacando.

– núcleo de LAVÍNIA PALUMBO (Cláudia Missura), dona de uma clínica de ginecologia. De família rica, ela é solteira e não tem filhos. Trabalhadora e incansável, faz o estilo “poderosa sem tempo para o amor”. Gastou todo o dinheiro que tinha na compra de equipamentos de última geração para dar vazão ao projeto de uma maternidade portátil:
a mãe TAMARA (Selma Egrei)
os funcionários: LINDOMAR (Edmilson Barros), machão típico que não pode ver um rabo de saia. Finge ser gay para se aproveitar de situações e ficar sempre perto das mulheres. É enfermeiro e concluiu seus estudos com o salário que recebia em um salão de cabeleireiro, onde aprendeu as manhas femininas,
e VALVÊNIO (Alexandre Cioletti), ex-campeão de xadrez e competente técnico em informática. Focado no trabalho, parece estar de mal com o espelho. Já se conformou com o fato de que sua aparência e timidez o afastam do público feminino
a recepcionista THAÍS (Isabel Lobo), apaixonada por Lindomar e, mesmo dizendo que respeita sua opção sexual, não desiste de tentar conquistá-lo.

– núcleo do Titã:
os seguranças: RAULZÃO, também chamado de DUCHA FRIA (Paulo Leal de Melo), um tipo pessimista, esconde uma paixão por Deodora,
e NELSINHO (Xandy Britto), embora não seja do tipo atlético, é ágil e eficiente
a chefe da sala de controle VAL (Georgia Goldfarb), sempre séria e extremamente fria
o chefe do departamento pessoal TITO (Zé Luiz Perez), ex-boy, hoje é um carrasco
o chefe da equipe técnica DIVINO (Sandro Ximenez), comanda os encanadores, eletricistas e pintores
a chefe das recepcionistas IZADORA (Luciana Barbosa)

– núcleo do spa Pilhanatural, de Bodanski:
a secretária HELOÍSA (Joana Lerner)
os massagistas: DODÔ (Naruna Costa), amiga e aliada de Jannis. Não consegue engolir Goretti, mulher do patrão
RICARDO MAURÍCIO (Victor Pecoraro), chama a atenção das mulheres. Apesar do assédio das clientes, é interessado em Heloísa.

– demais personagens:
RENATO VIEIRA DE MATTOS (Danton Melo), é o segundo astronauta brasileiro em missão na Nasa. Envolve-se com Nelinha, encantada com sua profissão, o que causa ciúmes em Zeca
TITA BICALHO (Cris Vianna), delegada bela e vaidosa. Incansável nas horas das investigações, é mestre em krav magá, técnica de defesa pessoal
BÁRBARA LEE (Luciana Borghi), tatuadora da Galeria do Rock. Para ela, tatuagem não é moda, mas filosofia de vida
MILENA (Janaína Ávila), proprietária de loja na Galeria do Rock. Faz parte do grupo dos góticos, sem deixar de lado a elegância e a sofisticação.

Bosco Brasil fez aqui sua estreia como autor titular na Globo. Seu último trabalho na emissora havia sido Coração de Estudante, em 2002, onde foi colaborador. Na sequência, passou pela Record, onde colaborou no texto de Essas Mulheres e foi co-autor de Bicho do Mato (entre 2005 e 2007).

Uma das inspirações foi Rei Lear, de Shakespeare, com o pai, o protagonista Leal (Antônio Fagundes) às voltas com as filhas e a partilha de seu patrimônio – enredo que já rendeu as novelas Roda de Fogo (Tupi, 1978), Suave Veneno (Globo, 1999) e Império (Globo, 2014-2015).

A novela começou com promessas de modernidade (como bem sugere o título) e ares de inovação em estrutura dramatúrgica, vistos em sequencias e diálogos ágeis e em tons irônicos. O autor propunha uma mistura de futurismo (o edifício Titã, o robô Frank e a figura fria e mecanizada da vilã Deodora, de Grazi Massafera) com tons farsescos e quase caricatos (como os personagens do núcleo da Galeria do Rock, mais precisamente na relação conturbada entre um quarentão roqueiro convicto mas amargurado – Ramon (Leonardo Medeiros) – e uma cantora lírica de sucesso – Ditta (Alessandra Maestrinni).

Mas a audiência não seguiu a ideia. Em pouco tempo, ajustes foram feitos pelo autor e mudaram substancialmente Tempos Modernos. Personagens saíram de cena e outros tiveram seus perfis alteradas. O vilão Albano (Guilherme Weber), por exemplo, teve seu fim precipitado, enquanto sua comparsa Deodora deixou de ser uma figura robótica para ganhar ares mais humanos, chegando até a apaixonar-se. O robô Frank também foi desligado, deixando de ser o elo entre o mundo atual e o futurista que a novela propunha. O autor também investiu mais no melodrama, visando chamar audiência.
Entretanto, apesar de todas as mudanças, pouco resultado surtiu e Tempos Modernos terminou com um dos menores índices de audiência para o horário até então, sendo lembrada até hoje como um problemão para a Globo.

Em sua proposta inicial, o humor era o tempero da novela, cuja trama se passava no centro da cidade de São Paulo, mais especificamente dentro do fictício Titã, um edifício “inteligente”.
“É vital ir ao centro. Eu observo as mudanças e lembro de momentos importantes que passei por lá. O centro para mim é uma referência”, disse Bosco Brasil ao justificar o porquê de ambientar a novela no centro antigo paulistano.

O dublador Márcio Seixas fez a voz do computador Frank, com quem o protagonista Leal (Antônio Fagundes) dialogava – famoso já há bastante tempo na TV brasileira, por ter dado voz ao Senhor Spock do seriado clássico Jornada nas Estrelas, ao Batman e até a Sean Connery.

A atriz Vivianne Pasmanter pediu para se ausentar da novela para resolver problemas pessoais. Na trama, sua personagem, Regeane, sofreu um acidente e foi dada como morta. Na reta final, a personagem voltou à cena.

Devido a um afastamento de Débora Duarte da novela por problemas de saúde, a função de sua personagem, a babá Tertuliana, passou a Yolanda, vivida por Malu Galli. Tertuliana voltou a aparecer na novela após o período de ausência. Fábio Costa em “Novela, a Obra Aberta e Seus Problemas”.

Tempos Modernos teve título provisório de Bom Dia, Frankenstein.

Na ideia original, a vilã Deodora (Grazi Massafera) se revelaria uma robô, criação de Niemann (Marcos Caruso). Diante das mudanças para chamar a atenção do público para a novela, esta trama foi deixada de lado.
Em 2011, Walcyr Carrasco voltou ao tema em sua novela Morde e Assopra, onde a atriz Flávia Alessandra viveu a robô Naomi. E, novamente, o público rejeitou a trama “robótica”. A robô até continuou, mas com a aparição de sua versão humana.

A novela Transas e Caretas (1984), de Lauro César Muniz, também tratava do choque entre o antigo e o futurístico e tinha um robozinho mascote em sua trama: Alcides. O ator anão Quinzinho se caracterizou de robô para dar vida ao personagem.

Trilha Sonora Nacional

temposmodernost1
01. 10 MINUTOS – Ana Carolina (tema de Deodora)
02. TUDO SOBRE VOCÊ – Zélia Duncan (tema de Nara)
03. ALMAS GÊMEAS – Ana Costa (participação de Moska) (tema de locação: São Paulo)
04. CAPITAL DO TEMPO – Mart’nalia (tema de Leal)
05. VETE DE MI – Caetano Veloso (tema de Leal e Hélia)
06. MAGRELINHA – Luiz Melodia (tema de Jannis e Túlio)
07. INQUIETA, TONTA E ENCANTADA (BEWITCHED) – Maria Rita (tema de Regeane e Portinho)
08. CÉREBRO ELETRÔNICO – Myllena (tema de abertura)
09. ATÉ QUANDO ESPERAR – Plebe Rude (tema do núcleo da Galeria do Rock)
10. O SEGUNDO SOL – Cássia Eller (tema de Nelinha e Zeca)
11. PAIXÃO – Claudia Leite (tema de Katrina)
12. SE TUDO PODE ACONTECER – Wanderléa (tema de Goretti e Bodanski)
13. AULA DE MATEMÁTICA – Dhi Ribeiro (tema de locação: São Paulo)
14. SEGREDO – Ney Matogrosso (tema de Hélia)
15. A ÚLTIMA NAU – Zé Ramalho (tema de Albano)
16. INVEJOSO – Arnaldo Antunes (tema de Portinho)
17. O SONHO – Flora Purim (tema de locação: São Paulo)
18. AMORES DO METRÔ – Demônios da Garoa (tema de locação: São Paulo)

Trilha Sonora Internacional

temposmodernost2
01. CRAZY LITTLE THING CALLED LOVE – Queen (tema de Ramón e Bárbara)
02. LOOKING FOR PARADISE – Alejandro Sanz featuring Alicia Keys (tema de Led e Dodô)
03. STONE COLD SOBER – Paloma Faith (tema de Katrina)
04. STRAWBERRY SWING – Coldplay (tema de Jannis e Túlio)
05. RUN – Snow Patrol (tema de Ramon)
06. KINGS AND QUEENS – 30 Seconds To Mars (tema geral)
07. BOYS DON´T CRY – Jay Vaquer (tema de Nelinha e Renato)
08. ROCKET MAN – John Kip (tema de Portinho e Deodora)
09. TRUST ME – Xandra Joplin (tema de Ditta)
10. LIGHT MY FIRE – Exílio (tema geral)
11. SMILE – Sílvia Machete (tema de Iolanda e Leal)
12. LIKE A LOVER (O CANTADOR) – Renato Russo (participação de Fernanda Takae) (tema de locação: São Paulo)
13. F… COMME FEMME – Marysa Alfaia (tema de Nara)

Tema de Abertura: CÉREBRO ELETRÔNICO – Myllena

O cérebro eletrônico faz tudo
Faz quase tudo
Faz quase tudo
Mas ele é mudo

O cérebro eletrônico comanda
Manda e desmanda
Ele é quem manda
Mas ele não anda

Só eu posso pensar
Se Deus existe (só eu!)
Só eu posso chorar
Quando estou triste (só eu!)

Eu cá com meus botões
De carne e osso
Eu falo e ouço
Eu penso e posso

Eu posso decidir
Se vivo ou morro por que
Porque sou vivo
Vivo pra cachorro e sei
Que cérebro eletrônico nenhum me dá socorro
No meu caminho inevitável para a morte

Porque sou vivo
Sou muito vivo e sei
Que a morte é nosso impulso primitivo e sei
Que cérebro eletrônico nenhum me dá socorro
Com seus botões de ferro e seus olhos de vidro…

Veja também

  • tupi60

Encontro com o Passado

  • carasebocas_logo

Caras e Bocas

  • mordeeassopra_logo

Morde e Assopra

  • aquelebeijo_logo

Aquele Beijo