Sinopse

E tudo começou com uma grande desilusão… Juca Tigre, o jovem mais poderoso e desejado da cidade de Santana de Bocaiúvas, foi abandonado no altar! Diante de todos os seus convidados, ele se deu conta da humilhação arquitetada por Antônia, e jamais se recuperou plenamente. Ele amava a moça e se sentiu profundamente traído, porque nenhuma explicação lhe foi dada. No auge do seu desespero, o jovem fez um juramento para si mesmo: ainda se vingaria daquela mulher e de toda a sua raça!

Após esse episódio traumático, Antônia sumiu por alguns meses e, quando voltou para a região, não procurou Juca. E nem ele por ela. Vinte e cinco anos se passaram no mais completo silêncio. Nesse tempo, Antônia conheceu Joaquim e com ele teve três filhos: Léo, Bruno e Maria Clara. Juca, por sua vez, viajou para o Rio de Janeiro e voltou casado com uma Miss Brasil! Assim, Van Van se tornou o primeiro troféu de Juca em sua vingança contra o amor de sua vida…

O vilarejo de São Francisco das Formigas tem como sua maior luta a emancipação de Bocaiúvas, contra a vontade de Juca Tigre, que é prefeito da cidade. A economia do vilarejo é dominada pelas mulheres, cada vez mais ativas na sociedade local e que assumiram o papel dos homens: eles, por falta de emprego, acabaram se dedicando às tarefas domésticas, o que abalou as estruturas patriarcais do poder em Bocaiúvas.

A temperamental Léo, filha de Antônia, é líder da cooperativa das mulheres que trabalham no ramo do couro em Formigas. Ela é namorada de Pedro, um rapaz desquitado que ganhou na justiça a guarda dos dois filhos menores e que trabalha na Prefeitura de Bocaiúvas. Pedro é o objeto de desejo de Sol, filha de Juca Tigre, que tudo faz para tirá-lo de Léo, que por sua vez é o alvo de Victório, o outro filho de Juca.

As relações entre seus filhos acabam por reaproximar Juca Tigre de Antônia, para o desespero de Van Van… e de Rutinha, que tivera um caso com Juca no passado. Rutinha está de volta à Bocaiúvas com o marido, o político Modesto Pitombo, que vai lutar contra Juca Tigre pela prefeitura de Bocaiúvas nas próximas eleições.

Globo – 18h
de 24 de março a 6 de setembro de 2003
143 capítulos

novela de Ricardo Linhares
inspirada em ideia original de Paulo José
escrita por Ricardo Linhares, Maria Elisa Berredo, Filipe Miguez, Nelson Nadotti e Flávia Lins e Silva
direção de Roberto Talma, Amora Mautner e Leandro Neri
direção geral de Roberto Talma
núcleo Roberto Talma

Novela anterior no horário
Sabor da Paixão

Novela posterior
Chocolate com Pimenta

VERA FISCHER – Antônia
MIGUEL FALABELLA – Juca Tigre
MARISA ORTH – Van Van (Vaneide)
DÉBORA FALABELLA – Léo
PAULO VILHENA – Victório
MAURÍCIO MATTAR – Pedro
FRANCISCA QUEIRÓS – Sol
PAULO GORGULHO – Joaquim
YONÁ MAGALHÃES – Sofia
MARIA ZILDA – Rutinha
OTÁVIO AUGUSTO – Modesto Pitombo
ZEZÉ POLESSA – Tintim
NUNO LEAL MAIA – Honório
JOANA FOMM – Dinorá
THIAGO FRAGOSO – Rodrigo
BETE COELHO – Wânia
OTÁVIO MÜLLER – Silésio Junqueira
THAÍS FERSOZA – Fátima
RODRIGO PRADO – Vinícius
DANIEL ÁVILA – Bruno
KARLA TENÓRIO – Heloísa
KARINA BACCHI – Pâmela
PRETA GIL – Vanusa
MÁRCIO KIELING – Djalminha
FERNANDA PAES LEME – Karina
JERUSA FRANCO – Nanda
MAX FERCONDINI – Hugo
STHEFANY BRITO – Elis
DANNI CARLOS – Neném
RAONI CARNEIRO – Montanha
ILDI SILVA – Rosemary
JOÃO ANTÔNIO – Tobias
ANA KUTNER – Silmara
HUGO GROSS – Rogério Frota
ARACY CARDOSO – Jandira
CATARINA ABDALA – Nélia
EDYR CASTRO – Guadalupe
RODRIGO DOS SANTOS – Wanderley
LEANDRO RIBEIRO – Iranildo
DUDA NAGLE – Peteca
ANA COTRIM – Ximena
DANIELA PESSOA – Sirlene
LARISSA QUEIRÓZ – Chica
LANA GUELERO – Dadá
NATÁLIA SOUTO – Jane
JOANA LERNER – Juju
SUZANA PIRES – Lia
ELY REIS – Carlão
SÔNIA SIQUEIRA – Ana
AFRÂNIO GAMA – Ivan
as crianças
CAMILLE HEISS – Maria Clara
NATHÁLIA FRANÇA – Raíssa
THIAGO OLIVEIRA – Luís Felipe
THAIANI MACIEL – Alice
ANA LUIZA CAMACHO – Carolina
SAMUEL MELO – Bento
PIETRA VICTORIA – Joana
e
ANA ROSA – Solange
ANTÔNIO PITANGA
CÁSSIA KISS – Luísa
CLÁUDIA LIRA – Gardênia
CRISTINA MULLINS – Drª Selma
DALTON VIGH
FELIPE MARTINS – Nilo
FRANCISCO CUOCO – pai de Juca Tigre
HENRI PAGNOCELLI – médico
HÉLIO RIBEIRO – Dr. Cintra
JARDEL MELLO – Dr. Matos
LAURA CARDOSO – cartomante
MARCOS WINTER – Heitor
PAULO JOSÉ – Benigno (irmão de Modesto)
RICARDO PAVÃO – médico
SILVIO POZATTO – Ernesto (psicanalista que trata de Bruno)
– núcleo de ANTÔNIA (Vera Fischer), líder de uma cooperativa de mulheres:
o marido JOAQUIM (Paulo Gorgulho), homem da terra, honesto e dedicado à família
os filhos LÉO (Débora Falabella), garota responsável, BRUNO (Daniel Ávila), imaturo e infantil, e a menina MARIA CLARA (Camille Heiss)
a neta CAROLINA (Ana Luiza Camacho), filha de Léo
a empregada GUADALUPE (Edyr de Castro)
TOBIAS (João Antônio), filho de Guadalupe, ajuda Joaquim no trabalho pesado da fazenda.

– núcleo de JUCA TIGRE (Miguel Falabella), prefeito de Bocaiúvas, antiga paixão de Antônia, de quem atualmente é rival:
a mulher VANVAN (Marisa Orth), ex-miss Brasil, ciumenta
os filhos VICTÓRIO (Paulo Vilhena), que se apaixona por Léo, e SOL (Francisca Queiroz)
o filho de Juca que ele desconhecia, RODRIGO (Thiago Fragoso), rapaz irresponsável
a mãe SOFIA (Yoná Magalhães)
a empregada NÉLIA (Catarina Abdala)
PÂMELA (Karina Bacchi), bonita e vulgar, apaixonada por Victório
a secretária JANDIRA (Aracy Cardoso)
o assessor ROGÉRIO FROTA (Hugo Gross).

– núcleo de PEDRO (Maurício Mattar), chega a Bocaiúvas para trabalhar para Juca Tigre. É o namorado de Léo, mas envolvido por Sol, acaba ficando com ela:
a ex-mulher WÂNIA (Bete Coelho), que vem a Bocaiúvas exigir a posse dos filhos
os filhos LUÍS FELIPE (Thiago Oliveira)
e ALICE (Thaiani Maciel).

– núcleo de MODESTO PITOMBO (Otávio Augusto), político corrupto:
a mulher RUTINHA (Maria Zilda Bethlem), amiga de Vanvan, mas tivera um caso no passado com Juca Tigre
o cunhado BENIGNO (Paulo José), médico que participa apenas no início da novela
os filhos HUGO (Max Fercondini) e HELOÍSA (Karla Tenório), que se envolve com Bruno
a empregada SIRLENE (Daniela Pessoa).

– núcleo de HONÓRIO (Nuno Leal Maia), gerente do curtume:
a mulher TIMTIM (Zezé Polessa)
a enteada FÁTIMA (Thaís Fersoza), amiga de Léo
o filho VINÍCIUS (Rodrigo Prado), apaixona-se pela meia-irmã Fátima
a empregada do bar XIMENA (Ana Cotrim).

– núcleo de DINORÁ (Joana Fomm), amiga de Antonia de Tintim:
os filhos ROSEMARY (Ildi Silva) meiga, no início apaixonada por Vinícius,
VANUSSA (Preta Gil), encrenqueira amiga de Rodrigo
e WANDERLEY (Rodrigo dos Santos), motorista e segurança de Juca Tigre.

– núcleo de NANDA (Jerusa Franco), trabalha como locutora na rádio
o marido DJALMINHA (Márcio Kieling), filho de Honório, cuida da casa enquanto a esposa trabalha
as irmãs ELIS (Sthefany Brito), romântica e sonhadora, namora Hugo, e RAÍSSA (Nathália França).

– núcleo de NENÉM (Danny Carlos), mulher bonita, é a melhor mecânica da região. Apaixona-se por Joaquim:
o irmão MONTANHA (Raoni Carneiro), apaixonado por Sol.

demais personagens:
SILÉSIO (Otávio Müller), delegado de Bocaiúvas e pau-mandado de Juca Tigre
SILMARA (Ana Kutner), enfermeira do hospital de Bocaiúvas, amiga de Pâmela
KARINA (Fernanda Paes Leme), amiga de Djalminha
IRANILDO (Leandro Ribeiro), guarda
PETECA (Duda Nagle), amigo de Fátima, apaixonado por ela.

O autor, Ricardo Linhares, avisou que usaria de realismo fantástico em Agora É Que São Elas, como o acidente na rede de esgoto que levou uma vaca para os ares, e a estranha alergia que deixou o prefeito Juca Tigre (Miguel Falabella) literalmente roxo. Mais irreal do que os delírios do autor, porém, foi ver Vera Fischer no papel de “mulher comum” e Falabella como galã apaixonado.

Pela sinopse, a Antônia de Vera Fischer deveria ser uma mulher bonita, mas simples e batalhadora, antes de tudo. A atriz, no entanto, deu à personagem um ar glamuroso que simplesmente não cabia.

Em seu início, Agora É Que São Elas sofreu com o Ibope baixo e duras críticas, da trama à escalação de elenco. Uma das soluções encontradas pelo autor foi mudar o perfil do protagonista Juca Tigre. De vilão cômico, ele virou um conquistador romântico. Não por acaso, a audiência só ultrapassou os 30 pontos quando Juca Tigre reassumiu a paixão por Antônia (Vera Fischer).

A química entre o casal de protagonistas não convenceu. O papel de Miguel Falabella havia sido recusado por Fábio Júnior. E Falabella voltava a fazer par com Marisa Orth, como nos tempos do Sai de Baixo, na década de 1990.

Apesar dos pesares, em comparação com a bem-acabada, mas pouco criativa, novela anterior, Sabor da Paixão, a novela de Linhares obteve uma boa aceitação.

A atriz Neuza Borges estava inicialmente escalada para viver a personagem Dinorá, aparecendo em chamadas no ar, inclusive. Mas um acidente no Carnaval no Rio de Janeiro (em 2003) a impossibilitou de entrar na novela. O papel ficou com Joana Fomm.

O cenário de Agora É Que São Elas teve detalhes interessantes, como uma cachoeira artificial e um busto de Miguel Falabella. A fictícia cidade de São Francisco das Formigas foi erguida num terreno cheio de árvores centenárias, no Projac. A fazenda de Antônia foi construída em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O site da novela fez uma enquete para a escolha da capa da trilha sonora internacional de Agora É Que São Elas, com Débora Falabella na capa. Mas a trilha nunca foi lançada. A novela não ia bem de audiência e por isso a Globo resolveu abreviar seu fim. Com isso, a produção do CD ficou inviabilizada, pois ficaria à venda durante um curto período em que a novela passava e isso poderia fazer com que o CD encalhasse nas lojas.

Trilha Sonora Nacional

agorat
01. LÁGRIMAS DEMAIS – Ritchie (tema de Antônia e Juca Tigre)
02. JÁ É – Lulu Santos (tema de abertura)
03. MEU PLANO – Daniela Mercury (tema de Tintim e Honório)
04. PENSANDO EM VOCÊ – Moska (tema de Fátima e Vinícius)
05. JUSTO AGORA – Adriana Calcanhoto (tema de Léo)
06. EU AMO VOCÊ – Tim Maia (tema de Pedro)
07. SUGAR – Marina Lima (tema de Victório)
08. CALÍGULA FREEJACK – Tony Platão (tema de Rodrigo)
09. CASULO – Guilherme Arantes (tema de Rosemary)
10. BALANÇA – João Donato e Marcelo D2 (tema de Bruno)
11. ESPELHOS D’ÁGUA – Preta Gil (tema de Sol)
12. AQUI, ALI, EM QUALQUER LUGAR – Rita Lee (tema de Van Van)
13. CANÇÕES DE REI – Max Vianna (tema de Hugo e Elis)
14. AGORA É QUE SÃO ELAS – Lenine (tema geral)
15. BOSSA NOVA – Bossa Lounge
16. NIGHT DANCE – Alpha Beat

Tema de Abertura: JÁ É – Lulu Santos

Sei lá…
Tem dias que a gente olha pra si
E se pergunta se é mesmo isso aí
Que a gente achou que ia ser
Quando a gente crescer
E nossa história de repente ficou
Alguma coisa que alguém inventou
A gente não se reconhece ali
No oposto de um déjà vu

Sei lá…
Tem tanta coisa que a gente não diz
E se pergunta se anda feliz
Com o rumo que a vida tomou
No trabalho e no amor
Se a gente é dono do próprio nariz
Ou o espelho é que se transformou
A gente não se reconhece alí
No oposto de um vis a vis

Por isso eu quero mais
Não dá pra ser depois
Do que ficou pra trás
Na hora que já é!…

Veja também

  • rockstory

Rock Story

  • meubemquerer_logo

Meu Bem Querer

  • portodosmilagres_logo

Porto dos Milagres

  • paraisotropical_logo

Paraíso Tropical